Após alcançar destaque nacional em áreas como segurança pública, educação e saúde, a meta do governador é melhorar a trafegabilidade das estradas goianas para alavancar ainda mais crescimento do Estado e continuar a transmitir credibilidade para o mercado de infraestrutura. Investimentos no setor nos próximos dois anos chegam a R$ 1,8 bilhão



Ronaldo Caiado recorda: "antes não tinha conservação, não tinha pagamento, vimos a deterioração de uma empresa que sempre foi referência". (Fotos: Lucas Diener)

O governador Ronaldo Caiado afirmou, durante prestação de contas da Agência Goiana de Infraestrutura e Transportes (Goinfra) e do lançamento do programa Goiás em Movimento, que uma de suas prioridades para 2021 será a pavimentação e a recuperação da malha viária no Estado. "Vamos fazer Goiás referência em rodovias e pontes", garantiu. "Temos que superar esse lado de que obra é feita para fabricar dinheiro para campanha eleitoral ou enriquecer pessoas que estão no seu comando", complementou.

Para alcançar a meta, o Governo de Goiás prevê investimentos de cerca de R$ 1,8 bilhão para os próximos dois anos. Depois de passar o primeiro biênio com a missão de equilibrar as finanças do Estado, mediante o suporte de liminares na Justiça que adiaram a quitação de débitos pendentes da antiga administração com a União, o governador vê com esperança a renegociação das dívidas, possibilitada por recente projeto aprovado no Congresso Nacional.

"Teremos exigências a cumprir, mas sair do bloqueio do Tesouro Nacional e contrair empréstimos abrem um espectro muito grande", assinalou o governador, em referência ao potencial de investimentos que o governo recupera. Após alcançar os melhores patamares em áreas como segurança pública, educação e saúde, o objetivo é melhorar a trafegabilidade das estradas goianas. "Antes não tinha conservação, não tinha pagamento, vimos a deterioração de uma empresa que sempre foi referência, que chegou a ser escola para engenheiros quando na época do antigo Dergo [Departamento de Estradas de Rodagem de Goiás]", relembrou Caiado.

De acordo com o presidente da Goinfra, Pedro Sales, o ano de 2020 foi essencial para resolver  as dificuldades operacionais. Os resultados apareceram. "Conseguimos transmitir credibilidade para o mercado de infraestrutura. As empresas e pessoas que lidam com a gente sabem da transparência e confiança que podem ter naquilo que é acordado", ressaltou.

Além das inúmeras frentes de serviço que serão abertas em 2021, Pedro Sales citou mais uma novidade para o próximo ano: o lançamento de um aplicativo da Goinfra, por meio do qual os cidadãos poderão mandar fotos e preencher formulários, no intuito de informar de maneira mais direta e rápida o governo, sobre a situação das rodovias. "Vamos ter 7 milhões de fiscais", comentou o presidente da agência, em alusão ao número de habitantes no Estado.

Ainda de acordo com Sales, o aplicativo também disponibilizará os serviços da Goinfra para dar mais conforto e celeridade aos usuários que precisarem resolver alguma demanda com o órgão público.

Programa

O Goiás em Movimento é composto por oito eixos: pavimentação, reconstrução, manutenção, pontes, sinalização, aeródromos, obras civis e qualidade. Os recursos virão do Tesouro Estadual, Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (Bndes) e Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR), por meio da Superintendência de Desenvolvimento do Centro-Oeste (Sudeco).

O planejamento dá atenção especial a frentes de serviço fundamentais para o crescimento econômico do Estado, que gerem riquezas e empregos de forma regionalizada, como tem sido a marca de Caiado em todas as áreas de governo.

Prestação de contas

Durante o evento, o presidente Pedro Sales entregou ao governador o relatório das ações desenvolvidas pela Goinfra em 2020. Foram injetados ao longo do ano R$ 400 milhões. Entre os destaques, os 13 novos aeródromos que foram colocados em operação.

Em agosto passado, foi inaugurada a Unidade Prisional de Águas Lindas de Goiás. Em reforma estão o complexo esportivo da Praça de Esportes do Setor Pedro Ludovico e o almoxarifado da Secretaria Estadual da Saúde, que também será ampliado.

Em relação à sinalização, a Goinfra já realizou processo licitatório. Os investimentos, que contemplam cinco regiões, são da ordem de R$ 37 milhões. As obras do Hospital Regional de Uruaçu estão em andamento e a previsão é de que ele seja inaugurado em fevereiro de 2021.



Com mais de 5 milhões de cooperados e atuando em todos os estados brasileiros e no Distrito Federal, o Sicoob - Sistema de Cooperativas de Crédito do Brasil - ficou na 47ª posição no ranking de 200 Maiores Grupos, do guia Melhores & Maiores da Revista Exame, com receita líquida estimada em R$ 16,4 bilhões



Mil maiores - O guia mostra as mil maiores empresas do Brasil, com base na avaliação de balanços e indicadores financeiros das companhias no ano passado, e é elaborado em parceria com a Fundação Instituto de Pesquisas Contábeis, Atuariais e Financeiras (Fipecafi), do Departamento de Contabilidade da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da Universidade de São Paulo (FEA-USP).

Expansão - De acordo com Ênio Meinen, diretor de coordenação sistêmica e relações institucionais, a classificação do Sicoob no ranking mostra que a cada ano o cooperativismo tem expandido a sua atuação nos quatro cantos do País. "Nosso propósito de levar justiça financeira e prosperidade para as comunidades tem resposta cada vez mais expressiva nos territórios que servimos, seja em situações de normalidade ou em intervalos de grande adversidade, como agora. A inclusão de indivíduos e empresas, orientando-os e assistindo-os financeiramente em condições adequadas, e a geração impacto social positivo são parte do DNA cooperativo e justificam a sua existência. Na medida em que a sociedade percebe esses diferenciais, vai ao encontro das nossas cooperativas", explica o executivo.

Atuação - Com 16 Centrais, 384 ooperativas singulares e 3,5 mil pontos de atendimento, o Sicoob amplia sua atuação física em diversas localidades, mas também conta com sólida operação por meios digitais: hoje o Sicoob possibilita a filiação de novos cooperados diretamente pelo seu aplicativo, facilitando, assim, o acesso de quem quer colher os benefícios de ser dono e usuário da sua própria instituição financeira.

App - Além disso, no App Sicoob os cooperados contam com ferramentas completas para administração da vida financeira sem sair de casa. É um aplicativo simples, fácil e seguro de instalar e fazer transações, como conta corrente, crédito, investimento, cartões, previdência, consórcios, seguro, cobrança e muito mais.

Atendimento pleno - O Sicoob, que está presente em 1.972 localidades brasileiras, é a única instituição financeira com atendimento pleno em 304 municípios.

A rede de atendimento do Sicoob é a quinta maior entre as instituições financeiras que atuam no país, com mais de 2,7 mil pontos de atendimento espalhados por todo o Brasil. "Só a cooperativa Sicoob pode oferecer, como taxas, tarifas e juros, que são mais baixos que a média do mercado. Fazemos de tudo para nossos associados", explica o presidente do Sicoob DFMil Coronel Cardoso.

"Em nossos produtos ajudamos o associado a encontrar as melhores alternativas e preços. Temos investimentos de renda fixa, que por exemplo rende mais que poupança", comenta o gerente Bernardo Santana. Por meio do aplicativo do Sicoob ou internet banking, é possível acompanhar ou realizar serviços como: saldos, extratos, pagamentos, transferências, empréstimos, investimentos, cartões, previdência e muito mais.

Confira abaixo a lista completa de produtos e serviços detalhados do Condomínio de Vantagens:

Conta Corrente: sem taxa de manutenção, permite acesso a produtos e serviços financeiros e bancários mais baratos, o que ajuda a reduzir os custos do seu condomínio.
Seguro Executivo: todas as coberturas necessárias para atender seu condomínio e seus funcionários: residencial, áreas comuns, vida, automóveis, monitoramento e seguro-fiança e incêndio.
Cheque Empresarial: possui uma das menores taxas do mercado e até dez dias sem juros para pagamento.
Cartão de Crédito Empresarial: você pode realizar as compras do dia a dia de forma rápida e segura. É aceito em milhares de estabelecimentos comerciais e tem o exclusivo programa de fidelidade Sicoobcard Prêmios.
Linhas de crédito: para reforma, revitalização de áreas comuns, obras hidráulicas, financiamento de equipamentos de segurança, veículo e o que mais for preciso.
Cobrança Executiva: tarifas diferenciadas, sistema totalmente automatizado, relatórios e extratos com informações precisas e detalhadas, cumprimento rigoroso das instruções e impressão de 2ª via pela internet. Dispomos de um setor de tecnologia próprio para atender condomínios, administradoras e escritórios de contabilidade.
Investimentos: excelente rentabilidade e a garantia e segurança do Fundo Garantidor do Cooperativismo de Crédito (FGCoop*).
Poupança: a Poupança Cooperada é uma maneira fácil e segura de resguardar o patrimônio do seu condomínio.
Recibo de Depósito Cooperativo: ideal para quem busca maximizar os rendimentos no curto, médio e longo prazo.
Sicoobnet: uma agência dentro do seu condomínio! Comodidade para consultar extrato, saldo, pagar contas, fazer investimentos e muito mais pelo computador, tablet ou celular, com rapidez e segurança.

O Sicoob DFMil possui uma plataforma de atendimento exclusiva para condomínios, estruturada com profissionais conhecedores das especificidades do segmento.

Sobre o Sicoob 
O Sistema de Cooperativas de Crédito do Brasil, Sicoob, possui 4,7 milhões de cooperados em todo o país e está presente em todos os estados brasileiros e no Distrito Federal. É composto por mais de 390 cooperativas singulares, 16 cooperativas centrais e a Confederação Nacional das Cooperativas do Sicoob (Sicoob Confederação). Integram, ainda, o Sistema, o Banco Cooperativo do Brasil do Brasil (Bancoob) e suas subsidiárias (empresas/entidades de: meios eletrônicos de pagamento, consórcios, DTVM, seguradora e previdência) provedoras de produtos e serviços especializados para cooperativas financeiras. A rede Sicoob é a quarta maior entre as instituições financeiras que atuam no país, com mais de 3 mil pontos de atendimento. As cooperativas integrantes do Sistema oferecem aos cooperados serviços de conta corrente, crédito, investimento, cartões, previdência, consórcio, seguros, cobrança bancária, adquirência de meios eletrônicos de pagamento, dentre outras soluções financeiras.

Sobre o Sicoob DFMil
A cooperativa Sicoob DFMil foi criada em Brasília-DF e se aproxima dos 14 anos de história. Hoje a instituição atua em todo o Distrito Federal. São mais de 7 mil associados atendidos em 29 cidades e R$900 milhões em ativos administrados. Sempre atenta aos compromissos com a sociedade, a cooperativa, ao lado de seus colaboradores e cooperados, promoveu doação de mais de R$60 mil em ações sociais no último ano.

O Sicoob DFMil está localizado na C1 Lote 09/10 Loja 04 - Taguatinga Centro - Brasília/DF (ao lado da agência dos Correios).

Telefones fixos: 61) 3223-0953 | (61) 3344-8707

Telefones celulares: (61) 9 9650-7013 | 61 9 9852-5725

E-mail: condominio@sicoobdfmil.coop.br

E-mail: dfmil@sicoobdfmil.coop.br

Site: www.sicoobdfmil.coop.br



Garanta já sua mesa para o Réveillon 2021 na Nativas Grill



Além do tradicional rodízio de carnes selecionadas e dos deliciosos pratos do  buffet, também será servido mesa de assados típicos, mesa de frutas e sobremesas. Música ao vivo com Ronny & Roberta . Quantidade de mesas limitadas.

A véspera de Ano-novo, também chamada de réveillon, termo da língua francesa que significa "reanimar", "despertar", virada de ano, ou passagem de ano refere-se ao dia 31 de dezembro, precedente ao Dia de Ano-Novo nos países que seguem o calendário gregoriano.

Últimas mesas. Garanta já a sua para o Réveillon 2021 na Nativas Grill. Quantidade de mesas limitadas, reserve já a sua pelo fone 61 3038-4680 ou pelo WhatsApp 61 99695-8441



Confira quais foram as principais iniciativas oficiais que ajudaram as micro e pequenas empresas a retomar o nível de emprego pré-crise em 2020



O ano de 2020 entrou para a história como um dos momentos mais desafiadores da humanidade. Além de mais de um milhão de vidas perdidas em todo o planeta, a pandemia gerou um impacto econômico avassalador na economia mundial e, no Brasil, não foi diferente. Para reduzir a dimensão das perdas econômicas e apoiar os empresários e a população brasileira na travessia dessa crise, o governo federal lançou um conjunto de medidas para evitar que os danos fossem ainda maiores à economia brasileira. Dentre essas iniciativas, estão ações que estiveram voltadas principalmente aos donos de micro e pequenas empresas.

Esse segmento, que representa cerca de 99% de todas as empresas do país, e é responsável por mais da metade dos empregos formais, foi o mais duramente atingido nos primeiros meses da pandemia, quando as atividades empresariais tiveram que ser interrompidas em quase todos os segmentos. Um estudo realizado pelo Sebrae constatou que, entre os meses de março e junho, os pequenos negócios foram os que mais desempregaram, com um saldo de cerca de um milhão de postos de trabalho encerrados, contra 606 mil nas médias e grandes. Por outro lado, o setor foi o que mais rapidamente reagiu com a retomada das atividades, conseguindo recuperar praticamente todos os empregos perdidos. De acordo com o mesmo levantamento, feito pelo Sebrae a partir de dados do Ministério da Economia, no último mês de outubro, as pequenas empresas já estavam bem próximas de zerar o saldo negativo de postos de trabalho, que havia caído para 26 mil vagas, enquanto as médias e grandes empresas ainda apresentavam um saldo negativo de pouco mais de 215 mil vagas (oito vezes maior que o resultado das MPE).

Confira abaixo algumas das medidas adotadas pelo governo e que beneficiaram diretamente os microempreendedores individuais, além dos donos de micro e pequenas empresas.  

Facilitação de negócios - Desde o começo de setembro de 2020, a abertura e o funcionamento de pequenos negócios foram simplificados com a publicação da Resolução CGSIM n.º 59. A nova regra, que é mais um reflexo da Lei de Liberdade Econômica, permite que microempreendedores individuais (MEIs) sejam dispensados de atos públicos de liberação de atividades econômicas relativas à categoria. No começo de setembro, a Resolução CGSIM n.º 61 pôs em vigor novas normas que tornam mais simples as regras para abertura de empresas no Brasil.

 Mais acesso ao crédito - As sanções das medidas provisórias (MP) nº 944 e nº 975, no final de agosto, ampliaram o acesso ao crédito durante o período de pandemia da Covid-19. A MP nº 944, convertida na Lei nº 14.043/2020, instituiu o Programa Emergencial de Suporte a Empregos (Pese), que se destina à realização de operações de crédito com empresários, sociedades empresariais e sociedades cooperativas, excetuadas as sociedades de crédito, com a finalidade de pagamento de folha salarial de seus empregados. A MP nº 975, convertida na Lei nº 14.042/2020, instituiu o Programa Emergencial de Acesso a Crédito (Peac). O Peac tem como objetivo destravar o crédito, por meio da concessão de garantias pela União, para pequenas e médias empresas.

O Programa já aprovou R$ 10,9 bilhões em créditos, beneficiando 12.629 empresas, que empregam mais de 660 mil pessoas. O Programa Emergencial de Acesso ao Crédito na modalidade de garantia de recebíveis (Peac-Maquininhas) inovou no acesso a crédito aos microempreendedores individuais (MEI) e às microempresas e empresas de pequeno porte.

 Auxílio emergencial para vulneráveis durante a pandemia - Somente o pagamento do Auxílio Emergencial representou impacto primário de R$ 321,8 bilhões em 2020, já considerando as três parcelas originais e as prorrogações.  O benefício começou a ser pago em abril, em três parcelas mensais de R$ 600. Em junho, foi prorrogado por mais duas parcelas de R$ 600. No começo de setembro, o governo anunciou mais quatro meses de pagamentos, com parcelas de R$ 300, até dezembro. Isso significa a possibilidade de repasse de até nove parcelas para alguns beneficiários. O Auxílio Emergencial representa mais da metade do esforço fiscal total das ações de combate aos efeitos da pandemia.

Medidas para reduzir impactos da pandemia nas micro e pequenas empresas - O Governo também adotou medidas para reduzir os efeitos do coronavírus nas micro e pequenas empresas. Uma delas foi o adiamento do recolhimento do Simples e liberação de R$ 5 bilhões pelo Programa de Geração de Emprego e Renda do FAT (Proger).

O programa é um conjunto de linhas de financiamento criado com a finalidade de incrementar a política pública de combate ao desemprego, mediante financiamentos focados em empreendimentos de menor porte em diversos setores da economia, com destaque para os setores de turismo, exportação e inovação tecnológica. O Programa também destina recursos para linhas destinadas à melhoria da qualidade de vida e da empregabilidade do trabalhador e para a agricultura familiar.

Confira outras medidas do governo que beneficiaram o conjunto da economia aqui.



Quando se trata de alcançar a felicidade, a maioria das pessoas se pergunta: "O que devo fazer?" Não é estranho, imbuído como estamos na cultura do fazer e da plena ocupação do tempo até que não haja mais um minuto. Os grandes filósofos, no entanto, se perguntavam: "Que tipo de pessoa devo ser?"


O segredo está no equilíbrio

Muitos grandes pensadores costumam recorrer à ética da virtude em busca de respostas. Aristóteles, um dos filósofos mais influentes de todos os tempos, desenvolveu um sistema integral de virtude que podemos perfeitamente pôr em prática nos tempos modernos para alcançar um estado de equilíbrio emocional e paz interior no qual a felicidade naturalmente floresce.

De fato, seu sistema de ética da virtude é especialmente projetado para nos ajudar a alcançar a "eudaimonia", uma palavra muito interessante que geralmente é traduzida como "felicidade" ou "bem-estar", mas que na verdade significa "floração humana".

Isso significa que Artistóteles pensava que a felicidade é o resultado de um modo de vida e um modo de ser, que surge quando somos capazes de desenvolver nosso potencial como pessoa e construir um sólido "eu". O que é esse modo de viver?

Aristóteles pensava que o segredo estava em equilíbrio, uma ideia relacionada a outros sistemas filosóficos como o budismo. Este filósofo pensava que uma vida de abstinência, privação e repressão não leva à felicidade ou a um "eu" completo. Mas uma vida hedonista também não é o caminho, uma vez que os excessos geralmente geram uma forma de escravidão ao prazer, gerando no final um vazio existencial.

"A virtude é uma posição intermediária entre dois vícios, um por excesso e o outro por padrão", escreveu ele. E para desenvolver a virtude, devemos simplesmente aproveitar todas as oportunidades que surgem, uma vez que não se trata de conceitos teóricos, mas de atitudes, decisões e comportamentos que devem guiar nossas vidas.

As 10 virtudes aristotélicas para alcançar eudaimonia

Em Nicomachean Ethics, o livro mais conhecido de Aristóteles escrito no século IV aC. C., elenca as virtudes que devemos desenvolver para alcançar eudaimonia:

1. Elegibilidade. É a capacidade de controlar nosso temperamento e as primeiras reações. A pessoa paciente não fica muito zangada, mas também não pára de ficar com raiva quando tem razões para isso.

2. Força. É o ponto intermediário entre a covardia e a imprudência. A pessoa forte é aquela que enfrenta perigos por estar ciente dos riscos e tomar as precauções necessárias. Trata-se de não correr riscos desnecessários, mas também de evitar os riscos necessários para crescer.

3. Tolerância. É o equilíbrio entre o excesso de indulgência e intransigência. Aristóteles pensava que é importante perdoar, mas sem cair no extremo de passar tudo, deixando que os outros atropelem nossos direitos ou deliberadamente nos machuquem sem responder. Tão negativo é ser extremamente tolerante como extremamente intolerante.

4. Generosidade. É o ponto intermediário entre a mesquinhez e a prodigalidade, trata-se de ajudar os outros, mas não de nos dar tanto que nosso "eu" seja diluído.

5. Modéstia. É a virtude que está no ponto intermediário entre não se dar crédito suficiente pelas conquistas feitas devido à baixa auto-estima e ter um ego excessivo que nos faz pensar que somos o centro do universo. Trata-se de reconhecer nossos erros e virtudes, assumindo as responsabilidades que nos correspondem, nem mais nem menos.

6. Veracidade. É a virtude da honestidade, que Aristóteles coloca em um ponto justo entre a mentira habitual e a falta de tato para dizer a verdade, para que a pessoa se torne um camicase da verdade. Trata-se de avaliar o alcance de nossas palavras e dizer o que é necessário, nem mais nem menos.

7. Graça. É o ponto médio entre ser um palhaço e ser tão hostil que somos rudes. É um saber ser, para que outros gostem da nossa empresa.

8. Sociabilidade. Muito antes de os neurocientistas descobriram que temos que escolher nossos amigos com cuidado, pois nossos cérebros acabarão se assemelhando aos seus, Aristóteles já nos advertiu do perigo de sermos sociáveis demais com muitas pessoas, bem como da incapacidade de fazer amigos. O filósofo acreditava que deveríamos escolher nossos amigos com cuidado, mas também cultivar esses relacionamentos.

9. Decoro. É o ponto médio entre ser muito tímido e ser sem vergonha. Uma pessoa decente respeita a si mesma e não tem medo de cometer erros, mas não cai em insolência ou impertinência tentando passar sobre os outros. Ele está ciente de que todos merecem ser tratados com respeito e exigem o mesmo respeito por si mesmos.

10. Justiça. É a virtude de lidar de forma justa com os outros, a meio caminho entre o egoísmo e o total desinteresse. Consiste em levar em conta tanto as necessidades dos outros quanto as próprias, para encontrar o meio termo que nos permita tomar decisões mais justas para todos.

A coisa mais interessante sobre a proposta de Aristóteles é que há espaço para erro, para cometer erros, aprender e melhorar sem sentir que somos pessoas más ou que não conseguiremos alcançá-lo. O que você acha? 

Traduzido e adaptado do site DespiertaCultura

Como manda a tradição popular, Renata Guirau, nutricionista do Oba Hortifrúti, selecionou receitas com alimentos que trazem sorte para o Ano Novo: uva, lentilha, romã e folha de louro



Durante a virada do ano, alguns alimentos são imprescindíveis na lista dos supersticiosos! Para quem não dispensa uma boa e velha tradição de boa sorte para o réveillon, precisa incluir, no dia 31, ingredientes clássicos dessa época

Pensando nisso, Renata Guirau, nutricionista do Oba Hortifrúti, selecionou 4 receitas com alimentos que, além de trazerem sorte, prosperidade e sucesso, têm diversos benefícios para o corpo!

UVA –  Acredita-se que representa boa sorte e prosperidade. As uvas ainda, por possuírem fibras, magnésio e cálcio, ajudam na sensação de saciedade, no funcionamento do intestino, no controle dos níveis de colesterol e na saúde óssea e muscular. Segundo a nutricionista, "são fontes de resveratrol, que é um antioxidante protetor do nosso sistema cardiovascular".

LENTILHA – Significa sucesso, abundância e dinheiro! Apesar de ser lembrada apenas na virada do ano, a lentilha é essencial para o corpo, pois é fonte de proteínas, vegetais, carboidratos e minerais, possuindo baixo índice glicêmico. "Esses minerais atuam na saúde imunológica, óssea, no sistema antioxidante e na prevenção de anemias", completa a Renata.

ROMÃ – A fruta da fartura e fertilidade, sempre muito requisitada no réveillon. Ela é rica em antioxidantes, possui fibras e também uma baixa quantidade de carboidratos. A nutricionista ainda revela que a romã é pouco calórica e uma ótima opção para quem precisa controlar os níveis de açúcar no sangue.

FOLHA DE LOURO – Representa dinheiro e prosperidade! A folha de louro é um alimento rico em antioxidantes e muito saboroso para dar aquele toque final na ceia de Ano Novo. "Embora seja consumido em pequena quantidade, a folha de louro é rica em alguns antioxidantes, como vitaminas A e C, e minerais como selênio e potássio", finaliza a especialista.

Ficou convencido a ter esses alimentos na ceia, pela superstição ou por seus benefícios?

Então, confira os preparos selecionados por Renata!

CAIPIRINHA DE UVA

Ingredientes:
1 dose de vodca
5 pedras de gelo
½ xícara de Uvas Niagara

Modo de preparo:

Coloque as uvas em uma coqueteleira e amasse com a ajuda de um macerador. Acrescente a vodca, o açúcar e o gelo, tampe a coqueteleira e chacoalhe bem para misturar todos os ingredientes. Sirva em seguida.

SALADA DE LENTILHA

Ingredientes:
1 xícara de chá de lentilha
½ xícara de chá de cenoura ralada
¼ de xícara de chá de azeitonas pretas picadas
2 col de sopa de cheiro verde
Sal e pimenta a gosto

Modo de preparo:

Deixe a lentilha de molho por 6 horas antes de cozinhar. Cozinhe na panela de pressão até que os grãos fiquem macios. Misture com os demais ingredientes e leve para gelar por 1 hora antes de servir.

 CREME DE ROMÃ NA TAÇA

Ingredientes:
1 romã batida com 150ml água (para fazer o suco)
1 pote de iogurte natural
½ envelope de gelatina sem sabor
2 col de sopa de pó para pudim de baunilha
Raspas de 1 limão

Modo de preparo:

Misture tudo e cozinhe em fogo baixo por 2 minutos após levantar fervura.  Coloque em taças e leve para gelar. Para a calda, misture 150ml de suco de romã, a outra metade da gelatina sem sabor e açúcar a gosto. Cubra o creme feito na primeira etapa da receita e leve novamente para gelar, por pelo menos 2 horas, antes de servir.

 FRANGO ASSADO COM LOURO

Ingredientes:

1 kg de sobrecoxa de frango desossada
100mL de vinho branco
2 dentes de alho
100g de bacon fatiado bem fininho

2 folhas de louro para cada sobrecoxa
Sal e pimenta a gosto

 

Modo de preparo:

Tempere as sobrecoxas com o sal, o vinho, a pimenta e o alho amassado no dia anterior à preparação. Escorra o frango e monte um "enroladinho", colocando uma folha de louro em cada lado do frango e envolvendo com a tira de bacon. Coloque delicadamente as sobrecoxas em uma assadeira e regue com o tempero em que o frango ficou de molho. Leve para assar, com a forma coberta por papel alumínio. Após 30 minutos, retire o papel e asse até que as sobrecoxas fiquem douradas.

Sobre o Oba Hortifruti - A rede é referência em qualidade e variedade de produtos, e oferece diariamente um atendimento mais próximo, que prioriza o relacionamento com o cliente, garantindo o equilíbrio perfeito entre sabor e saúde para a vida das pessoas. Acredita que reunir a família e os amigos ao redor da mesa é um momento gostoso e saudável. Referência em saudabilidade e prazer em comer bem, O Oba é fonte para quem deseja manter uma boa alimentação.

A rede já foi premiada duas vezes pela Folha de S. Paulo, na pesquisa Top Of Mind, como a marca mais lembrada pelos brasileiros na categoria hortifruti, pela edição da revista Veja Comer & Beber, como o estabelecimento mais amado pelos paulistanos e também no ranking IBEVAR – FIA 2020, como uma das empresas mais eficientes do varejo brasileiro.

Atualmente, a marca possui mais de 55 lojas espalhadas pelos Estados de São Paulo, Goiás e Distrito Federal. Com mais de 40 anos de história, o Oba expandiu sua atuação no mercado com setores de frios e laticínios, açougue, adega, mercearia, importação própria, pré lavados, lanchonete, floricultura, padaria e restaurante, que complementam o setor de hortifruti.  

 

Acesse: www.obahortifruti.com.br

 

Siga o ObaHortifruti

 

Site: https://obahortifruti.com.br/

Facebook: https://www.facebook.com/obahortifruti/

Instagram: https://www.instagram.com/obahortifruti/

 

 

NOSSAS LOJAS

 

ü  212 Sul

ü  105 Sul

ü  Sudoeste (CLSW 302)

ü  Shopping Iguatemi (Setor SHIN CA 4 Bloco A Loja 79)

ü  306 Norte

ü  209 Norte

ü  Lago Sul (QI 9)

ü  Lago Sul (SMDB Cj. 12)

ü  Águas Claras (Av. das Araucárias, rua 18)

ü  Subida do Colorado (Setor Habitacional Taquari)

ü  Vicente Pires


No dia 8 de dezembro o Reino Unido se tornou o primeiro país do Ocidente a vacinar a população contra o novo coronavírus. O imunizante aprovado para o uso emergencial foi o desenvolvido pela parceria entre a farmacêutica americana Pfizer e a empresa de biotecnologia alemã BioNTech. Veja a lista completa de países que já iniciaram a vacinação contra o novo coronavírus:


Painel de países que já iniciaram a vacinação contra a Covid-19

Pouco tempo depois, a aprovação também ocorreu nos Estados Unidos, no Canadá, na União Europeia e assim em diante. No Brasil, não há previsão para início da vacinação.

Até a tarde desta segunda-feira (28), ao menos 42 países já começaram a imunizar suas populações contra o novo coronavírus.

Confira o progresso da vacinação contra a Covid-19 no mundo e quais os países que já estão vacinando contra a doença:

Reino Unido
O Reino Unido iniciou a vacinação no dia 8 de dezembro. O plano de imunização publicado pelo governo britânico prioriza trabalhadores da saúde, idosos com mais de 80 anos e trabalhadores de casas de repouso. Posteriormente, a divisão foi estabelecida principalmente por categorias de idade, sendo os mais jovens os últimos a receberem a imunização.

Até o momento, o país está utilizando somente a vacina Pfizer/BioNTech.

A primeira pessoa a ser vacinada foi uma idosa de 90 anos, Margaret Keenan, em um hospital em Coventry, região central da Inglaterra.

Estados Unidos
Pouco mais de uma semana após o início das imunizações em terras britânicas, o mesmo aconteceu nos Estados Unidos. A aprovação emergencial no país era muito aguardada, pois o Food And Drug Administration (FDA), órgão regulador semelhante à Anvisa no país, é muito respeitado mundo afora.

A vacinação começou com o imunizante Pfizer/BioNTech no dia 14 de dezembro, mas a partir do dia 21, a vacina da empresa de biotecnologia Moderna também foi somada à distribuição.

A primeira pessoa a receber a vacina no país foi uma enfermeira, a novaiorquina Sandra Lindsay, que trabalha na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) de um hospital em Long Island.

Figuras públicas importantes já receberam o imunizante no país, incluindo o atual vice-presidente Mike Pence, e o presidente-eleito - que deve assumir o cargo em 20 de janeiro de 2021 - Joe Biden.

Canadá
O Canadá aprovou o uso emergencial da vacina Pfizer/BioNTech pouco tempo depois dos Estados Unidos e iniciou a vacinação no mesmo dia que o país vizinho, em 14 de dezembro. Anita Quidangen, uma assistente em uma casa de repouso, foi a primeira pessoa a ser vacinada no país.

Suíça
A Suíça foi o primeiro país no mundo a aprovar o uso da vacina Pfizer/BioNTech sem a cláusula de uso emergencial, ou seja, o imunizante recebeu a aprovação plena. A primeira pessoa a ser vacinada no país foi uma idosa de 90 anos que vive em uma casa de repouso, no dia 23 de dezembro.

Israel
Em Israel, a vacina Pfizer/BioNTech recebeu a aprovação para uso emergencial. Diferentemente de outros países, a primeira pessoa a ser vacinada no país foi o primeiro-ministro Benjamin Netanyahu, no dia 19 de dezembro. A vacinação da população deve começar apenas no dia 27 de dezembro.

Arábia Saudita
Na Arábia Saudita, a imunização começou no dia 17 de dezembro, e assim como em Israel, o primeiro vacinado foi um líder político, o ministro da saúde Tawfiq Al Rabiah. Os grupos de risco serão os primeiros na fila para a vacina Pfizer/BioNTech, incluindo trabalhadores da linha de frente, aqueles com mais de 65 anos e pessoas com doenças crônicas pré-existentes.

China
A China, país primeiro atingido pela pandemia da Covid-19, já está imunizando a população com dois imunizantes diferentes: aqueles produzidos pela Sinovac e pela Sinopharm. No dia 19 de dezembro, um oficial da Comissão Nacional de Saúde da China (NHC) disse que mais de 1 milhão de pessoas já haviam sido vacinadas dentro da cláusula de uso emergencial.

Sérvia
A primeira-ministra Ana Brnabic recebeu a primeira dose da vacina da Covid-19 na Sérvia na véspera de Natal, em 24 de dezembro, dando início a uma campanha de inoculação em massa com doses desenvolvidas pela Pfizer e BioNTech. Cerca de 4.875 doses foram transportadas para o país, tornando-se o primeiro país dos Bálcãs a adquirir imunizantes contra a Covid-19.

Rússia
A população russa já está sendo vacinada com o imunizante Sputnik V, desenvolvido pelo Instituto Gamaleya e aprovada em agosto. A vacina ainda não concluiu a terceira fase dos testes, que estão sendo realizados simultaneamente à imunização. As vacinas começaram a ser distribuídas entre profissionais da saúde no dia 5 de dezembro.

México
O país começou a vacinar sua população contra o novo coronavírus no dia 24 de dezembro, tornando-se o primeiro país da América Latina a vacinar a população, utilizando a vacina da Pfizer.

A enfermeira María Irene Ramírez, chefe da unidade intensiva do Hospital Geral do México, foi a primeira a receber a imunização no país.

Chile
A imunização no país começou também em 24 de dezembro, e tornou o Chile o primeiro país da América do Sul a vacinar a população. As doses da vacina Pfizer/BioNTech chegaram no mesmo dia e foram recebidas pelo presidente Sebastián Piñera. A primeira pessoa a ser imunizada foi Zulema Riquelme, uma técnica em enfermagem, sinalizando a intenção do governo em imunizar primeiramente os profissionais da saúde.

Costa Rica
No terceiro país latino a iniciar a vacinação popular, o alvo são os mais idosos, principalmente aqueles que vivem em casas de repouso. A vacinação no país caribenho começou no dia 24 de dezembro e a primeira pessoa a ser vacinada foi uma moradora de um lar para idosos, de 91 anos. As doses usadas até o momento são da Pfizer e da BioNTech.

Hungria
O país começou a vacinação contra o novo coronavírus em profissionais da saúde em 26 de dezembro, disse um porta-voz do governo à Reuters. Segundo a agência de notícias estatal MTI, a remessa de vacinas da Pfizer-BioNTech será o suficiente para imunizar 4.875 pessoas no país.

Emirados Árabes Unidos
O país iniciou a vacinação contra o novo coronavírus com doses da vacina chinesa Sinopharm. Com aprovação de uso emergencial, os ministério de saúde árabe disse que a éficácia na fase de teste é de 86%.

Eslováquia
O país seguiu a tendência húngara e começou a vacinação no dia 26 de dezembro, antes do restante da União Europeia. O primeiro vacinado na Eslováquia foi Vladimir Krcmery, membro da Comissão Pandêmica do governo. O imunizante utilizado é o produzido pela parceria Pfizer/BioNTech.

Alemanha
O país começou a vacinação em 26 de dezembro. Uma mulher de 101 anos foi a primeira alemã a receber uma vacina contra o coronavírus. A mulher mora em um asilo para idosos, onde 40 residentes e 11 funcionários também foram vacinados.

O governo está planejando distribuir mais de 1,3 milhão de doses de vacinas para as autoridades de saúde locais até o final deste ano e cerca de 700 mil por semana a partir de janeiro.

Áustria
Três mulheres e dois homens com mais de 80 anos foram as primeiras pessoas a receber a vacina em Viena, na manhã de domingo (27), na presença do chanceler austríaco Sebastian Kurz.

Espanha
Na Espanha, Araceli Hidalgo, de 96 anos, foi a primeira pessoa vacinada contra a Covid-19. "Graças a Deus. Vamos ver se conseguimos fazer esse vírus ir embora", disse ela após ser imunizada. Hidalgo afirmou aos funcionários de sua casa de repouso em Guadalajara, perto de Madrid, que não havia sentido nada.

Além disso, o país entregou doses por via aérea aos territórios insulares e aos enclaves norte-africanos de Ceuta e Melilla.

França
A campanha de vacinação começou na região de Paris no domingo (27) com uma mulher de 78 anos identificada como Mauricette em uma unidade de cuidados de idosos de um hospital público. Ela foi aplaudida pelos enfermeiros após ser vacinada.

Grécia
Uma enfermeira e uma idosa aposentada foram as duas primeiras pessoas na Grécia a receber a vacina contra Covid-19.

O primeiro lote de vacinas da Pfizer/BioNtech, com quase 10 mil doses, chegou à capital no sábado (26). O ministro da saúde, Vasilis Kikilias, disse que as duas vacinações marcaram o início da "contagem regressiva para ter nossas vidas de volta".

"Hoje é o primeiro dia da contagem regressiva para recuperar nossas vidas", disse Kikilias. O presidente, o primeiro-ministro, o chefe militar e um bispo do país deveriam receber a vacina ainda no domingo.

Itália
Profissionais de saúde do hospital de Roma Lazzaro Spallanzani receberam as primeiras doses da vacina contra Covid-19 da Pfizer/BioNTech neste domingo (27), como parte do plano nacional de vacinação.

A enfermeira Claudia Alivernini, o oficial médico Omar Altobelli e a professora Maria Rosaria Capobianchi foram os três primeiros italianos a receberem as vacinas.

"A vacinação foi muito bem e foi um momento animador e histórico", disse Aliverini em entrevista ao canal local Rai News 24. "É o começo do fim e eu espero ser a primeira dos mais de 60 milhões de italianos".

Portugal
Portugal deu início à campanha de vacinação contra o coronavírus no Porto no domingo (27). "É ver a luz no fim do túnel. Estamos todos muito cansados, mas com um longo caminho pela frente. É uma esperança, mas com uma grande responsabilidade. Temos que enfrentar isso de forma responsável", disse o Chefe do serviço para o novo coronavírus do Hospital de Santa Maria de Lisboa após vacinação.

Pedro Pires esperou por uma injeção com outras enfermeiras ao final de um turno noturno de 10 horas no hospital Santa Maria. "Tem sido cansativo... [temos] muito trabalho", disse ele.

O país está criando unidades frigoríficas separadas para os arquipélagos atlânticos da Madeira e dos Açores.

República Tcheca
O primeiro-ministro tcheco, Andrej Babis, se tornou a primeira pessoa no país a receber uma vacina contra o novo coronavírus no domingo (27).

Babis recebeu a vacina Pfizer/BioNTech no Hospital Militar Central de Praga, pouco antes de outros hospitais na capital e na segunda maior cidade do país, Brno, começarem a distribuir as 9.750 doses que o país recebeu até agora.

"A vacina que chegou ontem [sábado] da União Européia e é uma esperança de que voltaremos a uma vida normal", disse Babis antes de receber a vacina.

Ele disse que o país encomendou 15,9 milhões de vacinas no total, mais da metade delas da Pfizer/BioNTech, que deve atender cerca de 9 milhões dos 10,7 milhões de habitantes do país.

Emilie Repikova, de 95 anos, veterana da Segunda Guerra Mundial, também foi uma das primeiras a ser vacinada, pouco depois de Babis.

Polônia
Na Polônia, cinco pessoas, todas funcionárias do Hospital Clínico Central do Ministério do Interior em Varsóvia, foram as primeiras a serem vacinadas. O hospital deve vacinar cerca de 250 a 300 de seus funcionários no domingo (27).

Bulgária
Na Bulgária, a vacinação começou simultaneamente em vários hospitais na capital Sofia e nas cidades de Plovdiv e Burgas, depois que o primeiro lote de 9.750 vacinas chegou no sábado.

Croácia
A primeira pessoa a receber a vacina foi em um lar para idosos na capital da Croácia, Zagreb. Cerca de 2.000 pessoas devem receber a vacina no domingo (27) em todo país, principalmente em lares para idosos, mas também alguns funcionários em centros de saúde.

Dinamarca
A Dinamarca espera ter vacinas suficientes inicialmente para vacinar as 40 mil pessoas em lares de idosos, seguido por aqueles com alto risco de adoecer ou equipe de saúde.

Chipre
Aposentados em casas de repouso na capital do Chipre, Nicósia, e nas cidades de Larnaca e Limassol foram os primeiros a receber a vacina de duas doses contra a Covid-19, que chegou por via aérea no sábado.

Catar, Bahrein, Omã e Kuwait são outros países que também iniciaram o processo de vacinação popular.

Bélgica
A Bélgica iniciou a vacinação na segunda-feira (28), no segundo dia de vacinação contra COVID-19 para os países que fazem parte da União Europeia. Entre os primeiros vacinados está uma freira de 102 anos e um senhor de 92 anos.

O início da campanha no país é feito em três casas de repouso. Outros idosos e pessoas do grupo de risco devem ser vacinados a partir do dia 5 de janeiro.

Mais países da União Europeia
Na União Europeia, 25 dos 27 países-membros já iniciaram a vacinação. Eslovênia, Estônia, Finlândia, Malta, Romênia, Lituânia e Suécia passaram a imunizar seus cidadãos no domingo (27), enquanto Letónia e Luxemburgo começaram nesta segunda-feira (28) o processo.

Fonte: Portal CNN.



Rodrigo Delmasso (Republicanos) ressaltou ser favorável à conscientização, não a sanções para quem não quiser se imunizar



O vice-presidente da Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF), Rodrigo Delmasso (Republicanos), afirmou ao Metrópoles que é contra a obrigatoriedade da vacina de Covid-19 na capital da República. Com a discussão latente no país e um projeto de lei sobre o tema na Casa distrital, previsto para ser votado no início de fevereiro, Delmasso ressaltou que não se pode "ferir a liberdade individual do cidadão" com a medida.

Para o vice-presidente da CLDF, é papel do Estado conscientizar a população, disponibilizar as doses, fazer campanhas, e não obrigar. "É natural que as pessoas tomem [a imunização] devido à pandemia. Porém, não acho certo aplicar sanções às que não querem. Eu vou vacinar, mas sou contra a obrigatoriedade", disse.

Se nenhuma providência for adotada até fevereiro, quando os trabalhos legislativos retornam, mesmo com o posicionamento do Supremo Tribunal Federal (STF) de aplicar sanções a quem optar por não receber as doses da vacina contra a Covid-19, a discussão cabe à Casa Legislativa, pois a decisão dos ministros diz ser papel da União, dos estados e municípios definir medidas a serem impostas a quem recusar a imunização contra o coronavírus.

Há um projeto do deputado Chico Vigilante (PT) para ser votado que torna obrigatória a vacinação contra o novo coronavírus em Brasília. Delmasso adianta: "Votarei contra".

Fonte: Portal Metrópoles.

Em um post no Twitter, a secretária da pasta vinculada ao Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos repudiou e demonstrou solidariedade às famílias


A Secretaria Nacional de Políticas para as Mulheres (SNPM) do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos divulgou uma nota no Twitter em repúdio, para demonstrar solidariedade às famílias que na semana de Natal perderam parentes e para divulgar um plano de enfrentamento ao feminicídio. Entre os dias 24 e 25, pelo menos cinco mulheres foram assassinadas pelo marido ou ex-companheiro no Brasil.

“Os casos que estamparam os jornais demonstram, mais uma vez, que a violência contra a mulher não escolhe raça, classe social ou mesmo nível de escolaridade. Trata-se de mal que atinge o Brasil, o mundo e exige união de esforços para superar”, afirma a nota assinada pela secretária Nacional de Políticas para as Mulheres, Cristiane Brito.

A pasta reforça os canais para denúncias, que podem ser anônimas e recebem um número de protocolo para que o denunciante possa acompanhar o andamento. Qualquer pessoa pode acionar o serviço, que funciona diariamente, 24h, incluindo sábados, domingos e feriados.
De acordo com a secretária, o governo federal vai lançar nos próximos meses o Plano Nacional de Enfrentamento ao Feminicídio, com atuação transversal, em conjunto com outros ministérios.

"Ressalta-se ainda que ao longo do ano foram realizadas diversas campanhas, inclusive com foco na vigilância solidária e ações de fortalecimento da rede de atendimento. Por fim, reafirmamos o nosso compromisso com eliminação de todo de tipo de violência contra as mulheres", finaliza Cristiane

Descontos variam de 1,99% a 5,19% e ocorrem devido à queda no valor venal dos veículos usados. Não houve aumento da alíquota para nenhum motorista contribuinte no Estado



Os proprietários de veículos em Goiás vão pagar Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) com redução média de 3,78% em 2021 em relação ao valor pago neste ano. A tabela usada para calcular o imposto no próximo ano, elaborada pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe), foi divulgada em Instrução Normativa da Secretaria da Economia, assinada pelo subsecretário da Receita, Aubirlan Borges Vitoi, que traz também o calendário de pagamento do imposto.

O Estado de Goiás tributa com o IPVA veículos fabricados de 2007 em diante. A frota total em Goiás é de 4,1 milhões de veículos, mas os que têm 15 anos ou mais de uso são isentos do pagamento.  A frota tributável em Goiás é de 2,3 milhões, após a retirada dos veículos antigos e das isenções. Veículos novos não pagam o imposto no ano de aquisição.
O desconto anual ocorre por causa da redução no valor venal dos veículos usados. Em alguns veículos o desconto foi até maior, chegando a 5,19%, mas em outros foi menor, de 1,99%. Para motocicletas e similares a redução foi de 1,82%, segundo a Fipe. Não houve aumento da alíquota para nenhum contribuinte-motorista em Goiás.

Em Goiás existem descontos de 50% no IPVA para modelos populares (carro 1.0 e motocicletas até 125 cilindradas) se o motorista estiver com o imposto em dia e não tiver cometido infração de trânsito no ano anterior. Também há desconto variando de 5% a 10% para quem inscrever o CPF nas compras de varejo no Estado e participar do programa Nota Fiscal Goiana.

Há isenções no pagamento do IPVA para pessoas com deficiência física, mental e visual, e para autista conferidas por leis estaduais. Em 2020 foram concedidos 13.662 benefícios para pessoa com deficiência (PcD) em Goiás.

O IPVA em Goiás pode ser pago em três parcelas ou à vista, sendo que na última deve ser quitada a taxa de Licenciamento Anual e o Seguro DPVAT. A entrega de boleto em domicílio foi suspensa em 2020 e continua suspensa no próximo ano. O boleto deve ser emitido pela internet nos sites da Economia e do Departamento de Trânsito do Estado (Detran).



Além das tradicionais Catedral e Praça dos Três Poderes, letreiros do projeto Brasília Iluminada atraem visitantes para o centro da cidade


Daniela e André, com a pequena Isabel e Maria Fernanda: família escolheu a palavra "gratidão" para fazer um registro na Esplanada | Fotos: Acácio Pinheiro.

Esperança, fé, saúde, paz, amor, superação. Palavras que normalmente ecoam nos pedidos e nas resoluções de ano novo agora estão também materializadas em letreiros espalhados pela Esplanada dos Ministérios. A decoração faz parte do projeto Brasília Iluminada e atrai diariamente diversas pessoas, entre brasilienses e turistas, ao famoso boulevard da capital federal.

Neste domingo (27), nem o tempo nublado atrapalhou os planos das famílias que se deslocaram até o centro de Brasília para um programa diferente: turismo pelos painéis e letreiros montados na Esplanada dos Ministérios. Até quem é de Brasília se encantou com a decoração do Brasília Iluminada, principalmente com os letreiros e as grandes armações metálicas em formas de presentes, que colorem o local com cor e esperança.

A família Zuza Pereira Barretto, formada por André (36), Daniela (37), Maria Fernanda (8) e Isabel (1), aproveitou o início da tarde e escolheu a palavra "gratidão" para fazer fotografias com o Congresso Nacional ao fundo. André, que é coordenador pedagógico, aprovou a ornamentação que o GDF produziu para celebrar a virada de ano. "Depois de um 2020 tão difícil por causa da pandemia, é bonito ver a Esplanada assim, decorada e trazendo essas mensagens de esperança", afirma.

Daniela, que é servidora da Secretaria de Educação, também compartilha do mesmo sentimento: "Ficamos sabendo do projeto e quisemos trazer as nossas filhas hoje justamente para aproveitarmos um momento nosso em família que ficasse marcado de um jeito diferente, seja pelas fotos ou pelos sentimentos".

Além dos letreiros do Brasília Iluminada, a Esplanada dos Ministérios também conta com outros atrativos, esses sim muito conhecidos quando se pensa em turismo na capital: a Catedral Metropolitana Nossa Senhora Aparecida, o Museu Nacional da República Honestino Guimarães, o Congresso Nacional e a Praça dos Três Poderes.

Localizado na Praça dos Três Poderes, o Centro de Atendimento ao Turista (CAT) está funcionando todos os dias, das 9h às 18h. O único dia em que o CAT estará com horários diferentes de operação será a quinta-feira (31), das 9h às 14h. Na sexta (1º/1/2021), o espaço não vai abrir.

Devido às medidas de isolamento social impostas pela pandemia, o público deve manter o distanciamento de pelo menos dois metros entre as pessoas, sendo também obrigatório o uso de máscaras pelos visitantes e colaboradores.

A decoração do Brasília Iluminada tem chamado a atenção de quem passa, principalmente com os letreiros e as grandes armações metálicas em formato de presentes, que embelezam o local com cor e esperança

Brasília Iluminada

O projeto, inédito na capital federal, compreende dez eixos, totalizando 415.770 m² de área implantada entre a Esplanada dos Ministérios e a Praça do Cruzeiro, além de atividades itinerantes pelas 33 regiões administrativas do DF. A programação, que prevê shows de luzes diariamente, com projeção acompanhada de música, vai até 17 de janeiro. A iniciativa é fruto de parceria entre as secretarias de Economia, Turismo (Setur), Desenvolvimento Social (Sedes) e Cultura e Economia Criativa (Secec).

"Brasília merece um presente como esse, de uma dimensão jamais vista em anos anteriores. Teremos nossa cidade bonita e iluminada para que as famílias possam aproveitar a magia do Natal e celebrar com seus entes queridos com essa mensagem de luz e esperança para 2021", ressalta o secretário de Economia, André Clemente.

A secretária de Turismo, Vanessa Mendonça, destacou os esforços do governo para a construção do projeto. "A capital mais linda do mundo oferece para sua população essa experiência com todos os cuidados necessários. Em um ano tão difícil, temos o orgulho de ter transformado esse sonho em realidade", disse.

Confira, abaixo, o funcionamento dos serviços de turismo na Esplanada dos Ministérios.

Catedral de Brasília

> Visitação: terça a sexta, das 8h às 12h15; sábados, das 8h às 17h; domingos, das 9h às 11h30 e das 16h às 18h

Museu Nacional, Panteão da Pátria, Espaço Lúcio Costa e Museu Histórico de Brasília

> Visitação: sextas, sábados e domingos, das 9h às 15h

Congresso Nacional e Biblioteca Nacional

> fechados para visitação



Camaro amarelo com lance mínimo de R$ 15 mil e Amarok branca com lances a partir de R$ 8 mil são destaques do leilão



O Departamento de Trânsito do Distrito Federal vai leiloar, nos dias 18, 19 e 20 de janeiro de 2021, 1.399 veículos apreendidos, sendo 475 destinados à circulação e 924 destinados à comercialização de peças. Os interessados em participar do leilão podem examinar os veículos entre os dias 11 e 15 de janeiro, das 8h30 às 17h30, mediante agendamento prévio.

A venda dos veículos acontecerá exclusivamente na modalidade on-line, pelo site do Leiloeiro (https://www.flexleiloes.com.br/) e, desta vez, será dividido em três dias: na segunda-feira (18), serão leiloados os 924 veículos classificados como sucata, destinados apenas ao comércio de peças; na terça-feira (19), os 238 automóveis conservados, aptos a circular; e na quarta-feira (20), 237 motocicletas e ciclomotores conservados, que também poderão voltar a circular. Nos três dias, os lances terão início às 9h.

Os veículos aptos a circular podem ser arrematados tanto por pessoas físicas como jurídicas, mas as sucatas só podem ser adquiridas por empresas que atuam na comercialização de peças usadas.

O formato de hasta on-line atende às medidas de enfrentamento à pandemia de Covid-19 e exige pré-cadastro dos participantes. Por isso, os interessados em participar do leilão precisam acessar o site do leiloeiro e realizar o cadastro, enviando todos os documentos exigidos para habilitação, com pelo menos 24 horas antes do início do leilão.

O Edital de Leilão nº 01/2021, com todas as regras de arrematação e o catálogo com os bens a serem leiloados, incluindo os valores de lance mínimo para cada lote, podem ser obtidos nos locais de visitação ou nos endereços http://www.detran.df.gov.br/leiloes-realizados/ e https://www.flexleiloes.com.br.

Visitação

Os veículos estarão expostos de 11 a 15 de janeiro, das 8h30 às 17h30, no pátio da Flexleilões, situado no STRC Sul, Trecho 2, Conjunto B, Lote 2/3 – próximo ao Detran do SIA; e no pátio da Polícia Rodoviária Federal, na BR 040, km 0 (Posto Alfa – Santa Maria/DF). A visita deve ser agendada pelo e-mail contato@flexleiloes.com.br ou pelos telefones 61-4063-8301 e 61-9.9625-0219. O agendamento prévio atende aos protocolos de segurança para contenção da pandemia de Covid-19.

Destaques

Entre os veículos colocados à venda na hasta pública, está um Chevrolet Camaro 2SS 2013, com lance inicial em R$ 15 mil; uma VW Amarok CD 4X4 2015, cujo lance mínimo é R$ 8 mil; um Ford Ranger LTD CD2 25 2013, com lance inicial de R$ 6,5 mil;  um VW/UP Take MCV 2017 e um Chevrolet Prisma 1.4 MT LT 2014, ambos com valor inicial para lances em R$ 3,5 mil, cada; e um Fiat Uno Mille Economy 2011, cujo valor de lance inicial é R$ 2 mil.



Em café da manhã no Paço Municipal, prefeito agradece "atenção e respeito" do governador, que referiu-se ao líder como parceiro: "Ao longo desses dois anos, foi um grande alicerce para nosso governo"


Governador Ronaldo Caiado, ao lado de Iris Rezende, durante café da manhã no Paço Municipal com secretariado: "Trabalharei nos mesmos princípios que foram norteados, da ética, da dignidade e da determinação". (Foto: Lucas Diener)

O prefeito de Goiânia, Iris Rezende, ofereceu nesta quinta-feira (24/12) um café da manhã ao governador Ronaldo Caiado. Marcada por emoção, a confraternização realizada no Paço Municipal reuniu o secretariado da capital no que o gestor municipal chamou de "gesto simples". "É para agradecer pelo carinho, atenção e respeito que vossa excelência, como governador no decorrer de dois anos, dispensou a mim, à prefeitura e à toda nossa equipe", disse Iris. "Estou mais tomado de emoção que o próprio prefeito", reconheceu Caiado durante a homenagem que arrancou lágrimas de algumas autoridades.

Visivelmente comovido, o governador comentou que somente agora a "ficha caiu" em relação aos últimos dias da vida pública de Iris, que anunciou aposentadoria política. "O sentimento de saudade já está batendo forte ao saber que, daqui seis dias, estará entregando a prefeitura", salientou. Caiado assegurou que os ensinamentos do líder serão cumpridos à risca. "Trabalharei nos mesmos princípios que foram norteados, da ética, da dignidade e da determinação."

Acompanhado da filha, Anna Vitória Caiado e do secretário de Comunicação, Tony Carlo, o governador enalteceu a relação republicana estabelecida junto ao prefeito. Ele lembrou especialmente que desde março, quando precisou adotar medidas rígidas para conter o avanço da Covid-19, encontrou em Iris o estímulo para seguir em frente, com governabilidade. "Ter o seu apoio foi muito importante para mim", resumiu. Caiado também disse que o prefeito representou, ao longo desses dois anos, "um grande alicerce" para seu governo.

Como tem feito nos últimos eventos, em que fez questão da presença do governador, Iris reconheceu publicamente a importância da parceria que Caiado estabeleceu junto ao Paço Municipal. E reafirmou: "Dentro de poucos dias, estaremos entregando a prefeitura. Que vossa excelência esteja ciente de que nós somos extremamente agradecidos." O evento ainda contou com um momento de oração e a veiculação de vídeos sobre os feitos de Iris neste último mandato à frente de Goiânia, além de homenagem ao gestor municipal.

Após o café da manhã, Iris e Caiado seguiram para a inauguração de mais uma benfeitoria construída pela Prefeitura de Goiânia. Trata-se da ampliação da Marginal Botafogo, no trecho que liga a Avenida Jamel Cecílio, no Jardim Goiás, à Avenida Segunda Radial, na altura do Setor Pedro Ludovico. O local foi liberado para tráfego após vistoria das autoridades.



Por conta do seu trabalho à frente da secretaria, André Clemente recebeu o Prêmio Melhores do Ano 2020 do Blog do PAULO MELO, conferido a personalidades que se destacaram pelos serviços prestados a Brasília e ao Brasil durante o ano de 2020



O Secretário de Economia do Distrito Federal, André Clemente, desempenhou no ano de 2020 um excelente trabalho à frente da pasta da Fazenda. "As contas do governo fecharam no azul e 2021 será repleto de obras", destacou.

Mesmo diante da pandemia e da grave crise financeira, o secretário de Economia do DF conseguiu vencer todos os obstáculos e garantiu: 'as contas fecharam em superávit de R$ 217,5 milhões'. André destacou o excelente trabalho dos servidores públicos nesta pandemia. "Mesmo em home office, os serviços públicos prioritários do GDF não pararam. Já disse isso e reafirmo: O oxigênio da máquina pública são os servidores", enfatizou.

Além disso, André teceu muitos elogios ao Governador Ibaneis Rocha. "A gestão está saindo maior e melhor dessa crise em todas essas áreas". "Juntamente com sua equipe econômica, foi realizado uma série de ações com tendência a criar um ambiente de desenvolvimento econômico que incentiva as empresas a virem para Brasília", garantiu o secretário.

Clemente destacou ainda o que será a sua prioridade para o ano de 2021. "Para 2021, vamos trabalhar ainda mais para melhorar esse resultado, buscar novas fontes de investimento e dar continuidade às obras que estão em andamento". "Desenvolvimento econômico e crescimento econômico com qualidade de vida, não é só riqueza", afirmou.

O secretário ainda lembrou que o melhor programa social para uma cidade depois das obras é o emprego. "As grandes obras estavam paradas no Distrito Federal, e nós recuperamos como forma não só de melhorar a infraestrutura, mas também de gerar emprego e renda", finalizou.

De acordo com André Clemente, com o leilão da CEB Distribuição, que conseguiu um ágio de mais de 76% sobre o valor inicial, alcançando R$ 2,515 bilhões, o GDF garante um caixa robusto para investimentos na cidade.

Outro ponto positivo é em relação ao Programa de Incentivo à Regularização Fiscal (Refis 2020), que, ao renegociar a dívida de 34.490 brasilienses e de 8.681 empresas, recuperou R$ 2,081 bilhões para os cofres públicos.

Os números positivos, segundo a Secretaria de Economia, surpreendem em um ano que, não só o Distrito Federal, mas todas as unidades federativas promoveram mudanças emergenciais nas previsões orçamentárias por causa da pandemia do novo coronavírus.

  

Mais de 200 mil pessoas cuidadas. Em 2020, o GDF criou seis auxílios financeiros para ajudar população vulnerável a enfrentar a pandemia e injetou R$ 100 milhões na economia local


Um dos significados da palavra solidariedade é “disposição em ajudar, acompanhar ou defender outra pessoa em uma determinada circunstância”. Em 2020, o GDF aplicou o conceito de ser solidário à luz da sua definição por meio de políticas públicas de inclusão, assistência social e proteção à população em vulnerabilidade.

Com a chegada da pandemia do coronavírus, quatro auxílios financeiros foram criados em caráter de urgência: Cartão Prato Cheio, Renda Emergencial, Mobilidade Cidadã e Auxílio Calamidade. Outros dois, as bolsas Alimentação e Alimentação Creche, seguiram mantidos. Somados, os programas ajudaram mais de 130 mil moradores do DF, injetando cerca de R$ 100 milhões na economia local.

“Os programas são grandes conquistas. Nossa preocupação é garantir a alimentação dessas pessoas e a dignidade. Estamos oferecendo à população mais carente, nesse momento difícil, o poder de escolha e a autonomia de compra”, destaca a secretária de Desenvolvimento Social, Mayara Noronha Rocha.


O Cartão Prato Cheio beneficia famílias inscritas no CadÚnico com renda mensal per capita igual ou inferior a meio salário-mínimo. O GDF repassa de R$ 160,00 a R$ 250,00 por mês aos beneficiários | Foto: Paulo H. Carvalho

Anunciados em maio, o Cartão Prato Cheio e o Renda Emergencial beneficiaram as famílias inscritas no Cadastro Único (CadÚnico) que possuam renda mensal per capita igual ou inferior a meio salário-mínimo (R$ 522,50), porém com algumas diferenças.

Para o primeiro programa, o GDF repassa de R$ 160,00 a R$ 250,00 por mês aos beneficiários, e seu recebimento não excluía a possibilidade de solicitação de outros auxílios; já o segundo transfere R$ 408,00 por mês e só abrange cadastrados nos sistemas da Sedes e que não tenham sido contemplados com nenhum outro benefício, como é o caso do Bolsa Família, do DF Sem Miséria ou do auxílio emergencial do Governo Federal.

O Mobilidade Cidadã, por sua vez, foi criado para socorrer financeiramente mais de 1.700 motoristas de transporte escolar e turístico por três meses com valor de R$ 1,2 mil. Em novembro, o GDF anunciou a prorrogação deste benefício emergencial por mais três meses.

Os outros três auxílios do GDF são: Bolsa Alimentação, Bolsa Alimentação Creche e Auxílio Calamidade. Este último foi concedido para catadores de recicláveis. Trata-se de uma modalidade de benefício eventual para situações de calamidade pública, como a pandemia do coronavírus (veja o quadro acima).

Hospedagem e proteção para os mais carentes
Além de socorro financeiro, o governo local também acolheu dois públicos em alta vulnerabilidade na pandemia: pessoas em situação de rua e idosos em risco de contaminação por coronavírus.

Para proteger a população em situação de rua, o GDF também não mediu esforços e ergueu dois alojamentos provisórios: um no Autódromo Internacional Nelson Piquet, no Plano Piloto; e outro no Estádio Maria de Lourdes Abadia, o Abadião, em Ceilândia. Mais de 900 pessoas foram acolhidas em ambos os locais, equipados com camas, armários, roupas, kits de higiene individuais, três refeições diárias e 24h de assistência. O sucesso da iniciativa foi tanto que, em outubro, o governo prorrogou sua duração até 1º de janeiro.

No início de abril, a Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejus) anunciou o Hotelaria Solidária, criado para oferecer abrigo a pessoas com mais de 60 anos, que viviam em condições inadequadas. Na fase mais aguda de contaminação, cerca de 300 idosos foram acolhidos em moradia provisória em hotéis do DF durante três meses. A iniciativa, inclusive, foi reconhecida internacionalmente como modelo de enfrentamento à Covid-19.


O Hotelaria Solidária ofereceu abrigo a pessoas com mais de 60 anos, que viviam em condições inadequadas. Na fase mais aguda de contaminação, cerca de 300 idosos foram acolhidos em moradia provisória em hotéis | Foto: Breno Esaki.

O cuidado com essa população, no entanto, não se resumiu apenas à hospedagem nos hotéis. Com o intuito de continuar dando assistência, a Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejus) lançou em agosto a versão itinerante do programa Sua Vida Vale Muito, levando atendimento médico e psicossocial e oferecendo, também, serviços do Na Hora e auxílio na marcação e no acompanhamento de processos junto ao poder executivo.

Nas sete edições da iniciativa, o GDF realizou mais de 2,8 mil atendimentos aos moradores de Ceilândia, Samambaia, Estrutural e Sobradinho II. “Essa sensação é que nos motiva a levar os serviços da Sejus para mais cidades do Distrito Federal e atender cada vez mais pessoas, ainda mais por estarmos em um momento tão difícil por causa da pandemia”, resumiu a secretária de Justiça e Cidadania, Marcela Passamani, durante uma das edições.
Cadastro organiza benefícios sociais

As famílias inseridas no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CAD-Único) também foram beneficiadas com políticas públicas do GDF especificamente para esta parcela da população. Em uma ação conjunta da Sedes e da Sejus, as sete agências do Na Hora vão oferecer preenchimento do CADÚnico, ampliando a oferta de acesso às famílias que ainda não estão cadastradas.

“O nosso objetivo é que as pessoas possam participar dos programas federais de forma prática, moderna, segura e rápida. Por isso, viabilizamos os atendimentos pelo Na Hora, que já é um espaço acessível em diferentes pontos do DF”, afirmou a secretária Marcela Passamani. “O Cadastro Único é, de fato, a porta de entrada para a política de assistência social. Ampliar esse atendimento significa que o GDF segue incansável na ideia de assegurar os direitos da população”, completou a secretária de Desenvolvimento Social, Mayara Noronha Rocha.

Voluntários na saúde e na confecção
Na reabertura dos parques, uma ação da Secretaria de Esporte e Lazer criada em junho veio para ajudar e conscientizar a população no retorno seguro às atividades físicas ao ar livre: foi o programa Seja um Voluntário no Parque, que credenciou profissionais e estudantes de Educação Física para orientar os usuários dos parques do DF em relação aos cuidados e às regras de utilização desses locais. Cerca de 60 voluntários participaram do projeto, no qual também foram distribuídas 15 mil máscaras.

Conhecido por ser um centro de educação profissional que promove cidadania por meio da capacitação e qualificação profissional têxtil e de confecção de materiais esportivos, a Fábrica Social também foi acionada pelo GDF para ajudar no combate à pandemia do novo coronavírus durante o ano de 2020.
A produção de máscaras de tecido foi superior a 248 mil itens. Elas foram distribuídas em diversas ações do governo ao longo do ano para milhares de pessoas

A produção de máscaras de tecido foi superior a 248 mil itens, que foram distribuídas em diversas ações do governo ao longo do ano para milhares de pessoas. Além disso, especialmente para a Secretaria de Saúde, foram produzidos mais de 42 mil máscaras cirúrgicas, cerca de 13 mil toucas e mais de cinco mil propés (sapatilha descartável feita de tecido), que abasteceram diversas unidades de saúde e os servidores que trabalharam incansavelmente na recuperação de infectados.

O secretário de Governo, José Humberto Pires, destacou a importância do trabalho realizado pela Fábrica Social nas ações de combate à pandemia: “A distribuição das máscaras é uma política de preservação da vida. Queremos conscientizar o cidadão sobre a necessidade de usar a máscara. É uma medida de prevenção, conscientização e ajuda social”, afirmou.

Já os próximos passos da Fábrica Social vão trilhar o caminho da capacitação, como explica o secretário do Trabalho, Thales Mendes Ferreira: “Não queremos fazer da Fábrica uma concorrente das micro e pequenas empresas, mas, sim, uma parceira. O grande projeto para 2021 é torná-la uma fábrica de qualificação profissional, para que possamos levar ao mercado de trabalho pessoas que possam empreender ou serem colaboradoras com alto nível de excelência”, disse.


Fabrica Social do GDF | Foto: Renato Alves.

Apoio a crianças com livros e brinquedos
Outra campanha de sucesso do GDF foi a Vem Brincar Comigo 2020, lançada em agosto com o intuito de arrecadar brinquedos e livros infantis para serem distribuídos a crianças em situação de vulnerabilidade social. A iniciativa, que teve apoio do Governo Federal e contou, inclusive, com arrecadação por drive-thru, arrecadou 35 mil itens, superando os 30 mil arrecadados no ano passado.


A campanha Vem Brincar Comigo 2020 arrecadou 35 mil brinquedos e livros infantis para crianças em situação de vulnerabilidade social, superando os 30 mil arrecadados em 2019 | Foto: Renato Alves.

A distribuição dos objetos ocorreu em 12 de outubro, data em que é comemorado o Dia das Crianças, e levou muita alegria a crianças e adolescentes de todas as 33 regiões administrativas. A primeira-dama do DF, Mayara Noronha Rocha, comemorou o resultado positivo da campanha: “O sorriso dessas crianças em resposta a todos que doaram é um afago à sociedade. Brincadeira é coisa muito séria, estimula o desenvolvimento motor e cognitivo, especialmente na primeira infância. Se esperamos um país próspero, incentivamos a brincadeira das crianças”, explicou.

A campanha Vem Brincar Comigo não se resumiu apenas à distribuição dos brinquedos e livros arrecadados: em novembro, dois espaços para crianças, equipados com itens educativos, também arrecadados pela iniciativa, foram inaugurados nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs) de Ceilândia Norte e da Estrutural. As salas do Espaço Criança têm mesas e cadeiras infantis, brinquedos lúdicos, quadro-negro, cantinho da leitura, conjuntos de giz de cera e de lápis de cor, entre outros atrativos, para que as crianças se distraiam enquanto aguardam atendimento da família.

Bolsa Maternidade
Para as mamães de recém-nascidos, o GDF idealizou em maio o Bolsa Maternidade, programa que oferece um kit com diversos itens para as mães com renda per capita igual ou inferior a meio salário-mínimo. Desde sua criação, mais de 840 enxovais foram distribuídos nos 11 hospitais da rede pública que possuem banco de leite, e outros 1.500 aguardavam o nascimento de crianças para serem oferecidos.


Primeira-dama Mayara Noronha Rocha, entregando o enxoval para a mamãe Stephanny | Foto: Renato Alves.





Pelas redes sociais, parlamentar disse que foi internado por precaução depois de sentir febre




O deputado federal Célio Silveira (PSDB) está internado no Hospital Anis Rassi, em Goiânia, para tratamento da covid-19. O parlamentar publicou uma foto nas redes sociais em que tranquiliza os seus seguidores e diz que não há por que se preocupar com o estado de saúde dele.

"Gostaria de comunicar a todos que estou internado por precaução no Hospital Anis Rassi, em Goiânia, aos cuidados do médico Fernando Carneiro, em ótimo estado geral e caminhando para alta em breve. Agradeço o carinho e as orações!", diz Célio na postagem.

 O deputado havia publicado, nas redes sociais, o resultado do exame positivo para o novo coronavírus no último dia 21 de dezembro. Na ocasião, ele disse que estava em casa "isolado e cumprindo, com rigor, todas as recomendações médicas''. Muito em breve estarei de volta ao trabalho. Não deixem de seguir todos os protocolos de segurança contra o coronavírus. Cuidem-se!".

Porém, no último sábado (26), ele apresentou um quadro febril e, para evitar que a doença se agravasse, a filha e o genro do deputado – que são médicos – decidiram pela internação para que a doença não se agravasse. O deputado não está intubado.



Com informações de João Paulo Alexandre do portal Mais Goiás.

Por conta do seu trabalho à frente da secretaria, Gilvan recebeu o Prêmio Melhores do Ano 2020 do Blog do PAULO MELO, conferido a personalidades que se destacaram pelos serviços prestados durante o ano



O Secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação do Distrito Federal, Gilvan Máximo, realizou no ano de 2020 um trabalho exemplar à frente de sua pasta mesmo com toda a turbulência causada pela pandemia de Coronavírus (Covid-19).

Máximo tem 49 anos e é natural de Rubiataba (GO). É casado e tem uma filha. Em seu currículo, já foi secretário do Entorno de Goiás, entre 2011 e 2014. Empresário do setor de construção civil, concorreu a uma vaga na Câmara dos Deputados em 2014 pelo Republicanos e obteve 58.466 votos.

Visionário desde criança e com espírito empreendedor, agora, um dos seus objetivos é 'tornar Brasília a primeira cidade inteligente da América Latina', afirma.

Comenta-se no Palácio do Buriti que o governador do DF Ibaneis Rocha (MDB) despertou em Gilvan um talento para transformar a ciência e tecnologia do DF, e assim o secretário vem fazendo. "Um achado do governador na terra do pequi", comenta uma fonte próxima ao chefe do executivo.

Somente neste difícil ano de 2020, a pasta conseguiu alcançar 18 milhões de acessos com o projeto 'Wi-Fi social DF' e fazer das regiões administrativas Gama e Guará as primeiras a receber o 'Reciclotech'.

"O governador é um homem antenado, ligado às tecnologias e é um gestor empreendedor e uma das determinações dele é fazermos Brasília uma cidade inteligente. E isso vai fazer com que ele entre para a história de Brasília, assim como JK (Juscelino Kubitschek) entrou para a história da cidade com a sua criação. E estamos trabalhando muito para que isso aconteça e quem vai sair ganhando é a cidade, as pessoas, o futuro chegou ao DF", destaca o secretário.

No ano de 2021, a meta é realizar a implantação do Parque Tecnológico de Brasília. "Vamos trabalhar o projeto do Parque Tecnológico de Brasília, a Biotic, que vai ficar ali perto da Granja do Torto e onde vamos trazer empresas da indústria 4.0, que são as empresas dos carros elétricos, de softwares de computadores, equipamentos de ponta que movimentam esse segmento", lembra Máximo.

"Costumo dizer, nossa secretaria é uma startup, que nasceu há dois anos, estava na incubadora, agora já está na aceleradora e deixando resultados com o apoio total do nosso líder Ibaneis", brinca.

Melhores

CLIQUE AQUI E VEJA MINA CASA, MINHA VIDA VALPARAISO

Tecnologia do Blogger.