4/16/2021 10:38:00 AM

    Feira será realizada no sistema drive thru entre os dias 21 a 25 de abril, com entrada gratuita


A tradicional Festa da Goiaba retorna adaptada como Feira da Goiaba em sua 6ª edição, prevista para os dias 21 a 25 de abril. Para se adequar à nova realidade da pandemia da Covid-19, a feira será realizada em sistema drive thru na Associação Rural e Cultural de Alexandre de Gusmão (Arcag), em Brazlândia. Visitações das 10h às 18h, com entrada gratuita.

O objetivo principal da 6ª Feira da Goiaba é divulgar a produção da fruta e estimular o seu consumo no DF, além de atrair novos mercados, promover a integração entre os produtores e proporcionar informações técnicas a respeito do manejo da goiaba. Entre as atrações da feira estão gastronomia, feira de artesanato e o espaço Empório da Goiaba, que contará com produtores rurais que comercializarão especialidades diversas, como doces, sucos, licores, tortas e geleias; tudo no formato drive thru. 

Em consequência da pandemia, a visitação se dará por ordem de chegada dos veículos e serão seguidos rigorosamente todos os protocolos de segurança sanitária, conforme as orientações do Governo do Distrito Federal e da Vigilância Sanitária: obrigatoriedade de uso de máscaras, aferição de temperatura de trabalhadores e visitantes na entrada do evento, uso de álcool em gel e distanciamento social.

A 6ª Feira da Goiaba é uma iniciativa da Arcag, Associação Cresce-DF e Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do DF (Emater-DF). São parceiros da feira a Administração Regional de Brazlândia, Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento; Serviço de Limpeza Urbana (SLU), Secretaria de Turismo, Novacap, GDF, Governo Federal, e Polícia Militar.

Produção

Os produtores de goiaba do DF devem colher 8 mil toneladas da fruta neste ano, mantendo a média dos últimos três anos. A safra principal ocorreu no final de março – o segundo período de colheita, a “safrinha”, ocorre de setembro a outubro. O DF tem cerca de 100 produtores, com uma área total de quase 300 hectares plantados da fruta, 22,7% da área de plantio destinada à fruticultura na capital. A principal região produtora da fruta no DF é Brazlândia, concentrando 98% da área de cultivo. 

De acordo com a Emater-DF, a produção representa uma receita bruta de mais de R$ 10 milhões aos produtores da fruta e gera subprodutos apreciados pelo mercado. No DF, a produtividade da fruta é maior do que a média nacional. Os produtores locais colhem 27,5 toneladas por hectare, enquanto a média do país é de 26,4 toneladas por hectare.

Serviço:
6ª Feira da Goiaba

Data: 21 a 25 de abril de 2021
Horário: 10h às 18h
Local: Associação Rural e Cultural de Alexandre de Gusmão (Arcag)
Endereço: BR-080, quilômetro 13, Brazlândia
Entrada: gratuita
Classificação: livre
Informações: João Paulo (61) 98424-8537

*Com informações da Emater-DF


 São 31 anos de atuação no mercado brasiliense, o Big Box nasceu e cresceu na capital federal, hoje a rede conta com mais de 21 unidades de supermercados e 11 atacados em Brasília. "Nesses mais de 30 anos de dedicação aos brasilienses, buscamos sempre evoluir e aprimorar nossos serviços, criando um relacionamento de confiança com nossos clientes. Além da qualidade, da economia e do bom atendimento, a rede BIG BOX tem como diferencial o conceito de supermercado de vizinhança, ou seja, facilitar suas compras com uma loja sempre pertinho de você é nossa maior satisfação!"  



"Ficamos honrados em receber a premiação. Em 2021, teremos um ano de muitos desafios para vários setores da economia, incluindo o ramo de supermercados. A consequência da carestia causada pela pandemia afeta a todos. O grupo Big Box buscará aprimorar sua gestão e oferecer serviços e produtos de qualidade, com preço adequado ao consumidor. Queremos que o cliente veja no Big Box e no Ultrabox uma relação de parceria para o abastecimento do seu lar", afirma Bruna Duarte, diretora-executiva da rede Big Box.

Paulo Melo, editor do portal Empreender Brasília, destaca a importância de premiar as lideranças empresariais que se empenham em empreender na capital de todos os brasileiros, "o portal Empreender Brasília vê o empreendedor do Distrito Federal como um grande vencedor, que apesar das dificuldades da pandemia mantém o seu negócio aberto, que está gerando empregos e pagando os seus impostos, todos os empreendedores que não quebrarem com esses lockdowns, são merecedores do prêmio Empreender Brasília, pela sua capacidade de superar dificuldades".

Com muito trabalho e dedicação, o grupo Big Box tornou-se um dos principais grupos empresariais genuinamente brasiliense do brasil, com impacto significativo e positivo na economia do Distrito Federal, tanto na geração de receitas para o DF, como na geração de empregos diretos e indiretos: de uma pequena mercearia que empregava 30 pessoas a uma rede que conta atualmente com mais de 3.000 colaboradores diretos.

Hoje, o grupo conta com 21 estabelecimentos no segmento de supermercado e 11 estabelecimentos no segmento de atacado em pontos estratégicos do Distrito Federal. A história de dedicação e competência da marca BIG BOX está refletida na cronologia de abertura de suas lojas. Em cada inauguração, um novo desafio, mas sempre com a satisfação de poder servir com excelência a mais pessoas e renovar o compromisso que temos desde o início de credibilidade, transparência e parceria com os clientes e fornecedores.  

Prêmio Empreender Brasília
Em 2020 nasceu o Prêmio Empreender Brasília, abrindo as portas para o reconhecimento e valorização dos empreendedores que investem e buscam se destacar no Distrito Federal.  O prêmio promovido pelo portal Empreender Brasília é feito através de pesquisa quantitativa popular e eletrônica. O prêmio Empreender Brasília busca impulsionar os negócios do Distrito Federal. A iniciativa do portal Empreender Brasília tem o objetivo de estimular o empreendedorismo no DF,  consolidando os empreendimentos das cidades, impulsionando negócios nascidos em Brasília, dando destaque a valorização do empreendedorismo para o fortalecimento do setor de comércio e serviço e criando oportunidades de networking e colaboração entre empreendedores.

O  Prêmio Empreender Brasília foi criado para valorizar, incentivar e estimular os pequenos negócios a crescerem cada vez mais, em um ambiente mais justo, competitivo e sustentável. O prêmio é uma iniciativa realizada pelo portal Empreender Brasília, referência no setor, com forte penetração no mercado ao longo dos seus 7 anos de história. O Prêmio Empreender Empreender Brasília 2021 segue com critérios técnicos por meio de pesquisa quantitativa, popular e eletrônica que visa destacar empreendedores em diversas categorias. Aproveite e conheça o portal Empreender Brasília: https://www.empreenderbrasilia.com.br/.

Grupo Big Box
Tudo começou em 1989, com uma pequena mercearia na 106 Norte e uma grande missão no coração: oferecer aos seus clientes produtos da melhor qualidade pelo melhor preço! A cidade foi crescendo rápido e o Big Box também. Em 1994, o supermercado já ocupava todo o bloco comercial e o mix de produtos oferecidos tinha se ampliado com as novas seções de padaria, hortifruti e açougue.

Eles queriam ir mais longe e levar o conceito de bom atendimento, economia e qualidade para mais famílias brasilienses. Com a inauguração, em 17 de dezembro de 1998, da segunda loja, na 402/403 Norte, o sonho começa a se tornar realidade: nascia a rede BIG BOX. Com o sucesso das duas primeiras lojas e a vontade de estar cada vez mais perto dos clientes, a rede de lojas foi crescendo. A partir do ano 2000, foi ampliado o raio de atuação da rede Big Box para o Lago Sul, Sudoeste, Lago Norte, Vicente Pires e Águas Claras.

Além do aumento do número de lojas no segmento de supermercado, o BIG BOX lança também uma outra bandeira: o ULTRABOX – atacado e varejo. Uma rede de lojas que oferece grande variedade de produtos com preços diferenciados no atacado. São preços ainda mais baixos tanto para o consumidor final como para o comerciante. Em 2013, foi inaugurada, em Planaltina, a primeira loja da nova bandeira, e hoje o ULTRABOX conta com 12 unidades em pontos estratégicos do DF e entorno.

Em 2018, o BIG BOX lançou um novo formato de loja, com a inauguração das unidades da 208 Norte e 310 Norte, ambas no subsolo. Modernas, confortáveis e com tudo para você se sentir em casa. A marca BIG BOX, além de ser sinônimo do melhor atendimento, consolidou-se como o melhor supermercado de vizinhança de Brasília.

Já são mais de 31 anos de uma história de amor e dedicação à Brasília e a quem vive nela. Mais que um supermercado completo, o Big Box quer ser o seu melhor vizinho, sempre perto, sempre pronto para oferecer tudo o que precisa. Esse mesmo espírito de atender com qualidade, presente desde quando era uma simples mercearia, continua mais forte do que nunca em todas as suas lojas e nas que também virão. A qualidade é a marca do trabalho do grupo Big Box.

O Tribunal de Contas do Distrito Federal lançou uma versão mais moderna e intuitiva dos Boletins de Jurisprudência da Corte. A medida vai facilitar o acompanhamento dos julgados mais importantes do TCDF. Foram feitas melhorias na estruturação e no design


As decisões passaram a ser categorizadas inicialmente por temas e cada tema passa a ter um boletim com numeração própria. Os temas são: Processual, Pessoal, Licitações e Contratos, Contas, Finanças Públicas.

Os documentos são compostos por decisões selecionadas segundo os critérios de relevância, ineditismo, controvérsia e reiteração. Os boletins são estruturados da seguinte forma: cada decisão selecionada possui um cabeçalho com a verbetação, que apresenta por meio de palavras-chaves o assunto tratado, e o resumo contendo os principais fatos e a tese técnico-jurídica que embasou a decisão.
A publicação periódica agora é elaborada pela Supervisão de Sistemas de Informação, Legislação e Jurisprudência - SSI, da Coordenadoria de Biblioteca, Gestão da Informação e do Conhecimento - COBGI. Os Boletins podem ser acessos por meio do endereço jurisprudencia.tc.df.gov.br



O Senac-DF abrirá inscrições, de 16 a 30 de abril, para 4.400 vagas em cursos de qualificação profissional gratuitos para pessoas de baixa renda.  As oportunidades fazem parte do Programa Senac de Gratuidade (PSG) e os cursos são das áreas de Beleza, Saúde, Gestão e Negócios, Gastronomia, Informática, Turismo e Lazer, Moda e Comunicação. Serão disponibilizadas no total 165 turmas em 79 cursos técnicos e de formação inicial e continuada com opções para os turnos matutino, vespertino e noturno. A inscrição deverá ser realizada pelo site do Senac (df.senac.br/psg/#/consulta-de-vaga), onde também está disponível o edital. Cada candidato poderá se matricular em até dois cursos, desde que sejam realizados em turnos diferentes  



As turmas ofertadas serão desenvolvidas na modalidade presencial nas unidades de Taguatinga, Gama, Ceilândia, Setor Comercial Sul (TTH e Jessé Freire), 903 Sul, Sobradinho e Ações Móveis (entidades parceiras). Porém, enquanto o Senac-DF constatar que há a necessidade de adoção de medidas necessárias para conter a pandemia do novo coronavírus, as atividades educacionais serão desenvolvidas com apoio de recursos tecnológicos (atendimento remoto), e/ou com atividades flexíveis entre presencial e remoto conforme protocolos internos.

Para participar dos cursos do Programa Senac de Gratuidade é necessário possuir renda familiar per capita de até dois salários-mínimos; ter idade igual ou superior à idade mínima exigida para acesso ao curso; ter a escolaridade exigida para o curso escolhido; e não ter evadido ou desistido de outro curso PSG, com prazo igual ou inferior a um ano da data de evasão ou desistência.

A classificação dos inscritos obedecerá aos seguintes critérios: atendimento aos requisitos de acesso, ordem de inscrição e quantidade de vagas ofertadas no curso escolhido. O resultado da classificação será divulgado no dia 14 de maio no site do Senac-DF (df.senac.br/psg/#/consulta-de-vagas). As aulas terão início nos meses de junho e julho.

Neste edital serão ofertados oito cursos técnicos: em Administração, Contabilidade, Farmácia, Hemoterapia, Nutrição e Dietética, Recursos Humanos, Secretaria Escolar e Secretariado, que possuem carga horária que varia entre 800 e 1200 horas.

Os demais são cursos livres (formação inicial, aperfeiçoamento ou atualização), destinados a quem quer ingressar, se atualizar ou aperfeiçoar conhecimentos em determinada área. Entre eles estão: Açougueiro, Administração em Serviços Hospitalares, Administrador de Banco de Dados, Assistente de Logística, Assistente de Pessoal, Barbeiro, Bartender, Cabeleireiro, Camareira, Confeiteiro, Construção de Websites com PHP e MySQL, Consultoria de Estilo - Personal Stylist, Consultoria de Imagem, Costureiro, Cozinheiro, Depilação Masculina, Design de Sobrancelhas, Gestão de Condomínio, Manicure e Pedicure, Maquiador, Modelista, Organizador de Eventos, Recepcionista, Salgadeiro, Tributação nas Operações Comerciais, Vendedor, Vitrinismo e Visual Merchandising para Varejo de Moda, entre outros.

Confira os cursos ofertados por unidade.

SENAC CEILÂNDIA
Cursos: Administração em Serviços Hospitalares, Administrador de Banco de Dados, Assistente de Logística, Assistente de Pessoal, Assistente de Secretaria Escolar, Faturamento de Serviços de Saúde, Manicure e Pedicure, Recepção em Serviços de Saúde e Técnicas Avançadas de Word, Excel e Power Point.
Total de vagas: 400

SENAC GAMA
Cursos: Administração em Serviços Hospitalares, Assistente de Logística, Barbeiro, Faturamento em Serviços de Saúde, Recepcionista, Recepção em Serviços de Saúde, Recrutamento e Seleção de Pessoas, Técnicas Avançadas de Word, Excel e PowerPoint, Técnico em Secretariado e Técnico em Recursos Humanos.
Total de vagas: 302 vagas

SENAC JESSÉ FREIRE (SCS)
Cursos: Assistente de Logística, Assistente de Pessoal, AutoCAD - Desenho de Ambientes em 2D, Branding e Marketing de Moda, Consultoria de Estilo - Personal Stylist, Editor de Projeto Visual Gráfico, Microsoft Power BI Básico, Operador de Computador, Recepcionista, Técnico em Administração e Vitrinismo e Visual Merchandising para Varejo de Moda.
Total de vagas: 290

SENAC 903 SUL
Cursos: Análise de Faturamento de Serviços de Saúde, Atualização no Tratamento de Feridas e Curativos, Especialização Técnica em Enfermagem em Serviços de Urgência e Emergência, Especialização Técnica em Oncologia, Noções de Interpretação de Exames Clínicos Laboratoriais, Recepção em Serviços de Saúde, Técnico em Farmácia e Técnico em Hemoterapia.
Total de vagas: 300

SENAC SOBRADINHO
Cursos: Administração de Contas a Pagar, Contas a Receber e Tesouraria, Administração em Serviços Hospitalares, Assistente de Secretaria Escolar, Cabeleireiro, Consultoria de Estilo - Personal Stylist, Consultoria de Imagem, Costureiro, Design de Sobrancelhas,
Excel com Vba e Dashboard, Faturamento de Serviços de Saúde, Microsoft Power Bi – Avançado, Microsoft Power Bi – Básico, Técnico em Administração e Técnico em Recursos Humanos.
Total de vagas: 302

SENAC TAGUATINGA
Cursos: Administração de Contas a Pagar, Contas a Receber e Tesouraria, Administração em Serviços Hospitalares, Análise em Faturamento Hospitalar, Assistente de Pessoal, Assistente de Secretaria Escolar, AutoCAD - Desenho de Ambientes em 2D, Auxiliar de Cozinha, Construção de Websites com PHP e MySQL, Controle de Fluxo de Caixa e Ponto de Equilíbrio, Depilação Masculina, Faturamento de Serviços de Saúde, Ferramentas de Marketing Digital, Front-End: HTML, CSS, Bootstrap, JL e JQuery, Gastronomia para Pessoas com Restrições Alimentares, Liderança Coach, Microsoft Power Bi – Básico, Microsoft Power Bi – Avançado, Operador de Computador, Pizzaiolo, Recepcionista, Recrutamento e Seleção de Pessoas, Recursos de Glosas Aplicados ao Faturamento de Serviços de Saúde, Salgadeiro, Técnicas Avançadas de Word, Excel e PowerPoint, Técnicas Básicas para Cozinheiro, Técnico em Administração, Técnico em Contabilidade, Técnico em Nutrição e Dietética, Técnico em Secretaria Escolar e Tributação nas Operações Comerciais.
Total de vagas: 1.142

SENAC TTH (GASTRONOMIA)
Cursos: A Arte de se Comunicar e Vender Mais, Açougueiro, Assistente de Pessoal, Bares e Restaurantes: Gestão Operacional, Bartender, Boas Práticas para Serviços de Alimentação, Camareira(o) em Meios de Hospedagem, Congelamento de Alimentos, Cozinha: Gestão de Processos e Pessoas, Cozinheiro, Desenvolvimento de Equipes, Elaboração de Cardápios: Planejamento e Precificação, Garde Manger, Garçom, Gastronomia para Pessoas com Restrições Alimentares, Inteligência Emocional e Vendas, Liderança Coach, Organizador de Eventos, Padeiro, Recepcionista, Recrutamento e Seleção de Pessoas, Sustentabilidade Aplicada à Cozinha, Técnicas de Petiscos e Comida de Boteco e Vendedor.
Total de vagas: 612


SENAC AÇÕES MÓVEIS

Biblioteca de Brazlândia
End.: St. Norte q 24 Conjunto C12
Cursos: Assistente de Pessoal, Assistente de Secretaria, Design de Sobrancelha e Maquiador.
Total de vagas: 120

Casa Azul
Cursos: Assistente de Pessoal, Assistente de Secretaria e Operador de Computador.
Total de vagas: 120

Recanto das Artes
Cursos: Assistente de Logística, Confeiteiro, E-Commerce: Vendendo no Comércio Eletrônico e Gestão de Condomínio.
Total de vagas: 130

Administração Regional do Paranoá
Cursos: Assistente de Logística, Assistente de Secretaria Escolar, Cabeleireiro, E-Commerce: Vendendo no Comércio Eletrônico e Gestão de Condomínio.
Total de vagas: 170

CAPEMI
Cursos: Assistente de Logística e Assistente de Secretaria Escolar.
Total de vagas: 60

Administração Regional do Riacho Fundo
Cursos: Assistente de Pessoal e Assistente de Secretaria.
Total de vagas: 60

Administração Regional de Santa Maria
Cursos: Agente de Alimentação Escolar, Assistente de Logística, Assistente de Secretaria, Modelista, Operador de Computador e Técnicas Avançadas de Word, Excel e PowerPoint.
Total de vagas: 164

Administração Regional de São Sebastião
Cursos: Assistente de Logística, Confeiteiro, Costureiro, Gestão de Condomínio, Modelista, Operador de Computador e Técnicas Avançadas de Word, Excel e PowerPoint.
Total de vagas: 208

Administração Regional de Samambaia
Curso: Barbeiro
Total de vagas: 20



Com o intuito de auxiliar os empresários brasilienses dos setores de comércio, serviços e turismo que sofrem com a crise provocada pelo coronavírus, o Senac-DF lança nesta quinta-feira (15) o projeto "Senac Impulsiona – Varejo"



O objetivo é oferecer soluções, como suporte gerencial e técnico, para que os empreendedores da capital do País possam impulsionar suas vendas. Serão ofertados cursos de pequena duração, com os seguintes temas: Comercialização e Marketing, Trilha do Vendedor, Finanças e Logística. Essas áreas abordam diversos conteúdos, como a análise do comportamento de consumo; o empreendedorismo digital; a inovação de formatos e canais de venda; o relacionamento com o cliente e o pós venda; entre outros assuntos.

O programa começará no Gama, como um projeto piloto, e será voltado, prioritariamente, para empresários de micro, pequenas e médias empresas dos segmentos de comércio, serviços e turismo, bem como para gestores de empresas familiares, sem a necessidade de graduação prévia. A Diretora de Educação Profissional e Tecnológica do Senac-DF, Cíntia Gontijo de Rezende, destaca que a instituição, criada em 1946, nasceu com a proposta e missão de atuar em prol da valorização do trabalhador e do empresário do comércio.

"Esse projeto é mais uma ação da entidade para promover ações socioeducativas que contribuam para o bem-estar social e para qualidade de vida dos trabalhadores do comércio de bens, serviços e turismo, de seus familiares e da comunidade", informa Cíntia. "Nos preocupamos em assegurar a milhões de brasileiros o usufruto de dois direitos fundamentais: a educação e o trabalho. Este projeto coroa um momento ímpar do Senac: a iniciativa de impulsionar o varejo, proporcionando uma melhoria nas vendas", conclui.

A ideia é que, ao final do curso, os participantes consigam implementar as recomendações orientadas, reduzindo seus custos e despesas, aumentando suas receitas e multiplicando os lucros de seu negócio. Cada curso é limitado a um determinado número de pessoas e as disciplinas terão a duração de 16 horas.

O investimento, por aluno, vai de R$ 110 até R$ 270, dependendo do curso escolhido. Entre as formas de pagamento estão: cartão de crédito, boleto bancário, cartão de débito e PIX. Para mais informações: 99254-2387 ou 99290-5459 (Gama).



O ministro da Cidadania, João Roma, afirmou nesta quinta-feira (15) que pretende entregar ainda em abril os novos parâmetros para a reestruturação do programa Bolsa Família ao presidente Jair Bolsonaro. Em entrevista à BandNews TV, Roma afirmou também que o Ministério da Cidadania está realizando o estudo para apresentar as mudanças, de forma a fortalecer e ampliar o programa


Fotos: Bernardo Alves.

"Pretendemos ainda no mês de abril submeter ao presidente Bolsonaro novos parâmetros acerca do Bolsa Família para que isso seja submetido ao Congresso. Sendo isso viável, já em agosto, quando especialmente os beneficiários do Auxílio Emergencial retornam ao programa, poderiam encontrar um Bolsa Família mais fortalecido. Esse estudo está em andamento, essas informações contribuem para que possamos chegar em uma política pública mais eficaz. Então, com aval do presidente e aprovação do Congresso, pretendemos ampliar e fortalecer o programa em 2021", disse.

O ministro também explicou que a reestruturação busca ampliar de forma que o programa atinja maior quantidade de beneficiários. Além disso, visa fortalecer o Bolsa Família enquanto ferramenta, de forma "que fique mais clara a execução do programa, que é um somatório de várias políticas públicas". Ele ainda explicou que, caso o presidente dê aval, as mudanças serão encaminhadas ao Congresso por meio de uma Medida Provisória.

João Roma falou também sobre o início do pagamento do Auxílio Emergencial, que chegará a mais de 40 milhões de pessoas com investimento superior a R$ 44 bilhões do governo federal. O valor é de R$ 250 para os beneficiários, com exceção das famílias unipessoais, que recebem R$ 150, e das mulheres chefes de família, que recebem R$ 375.

"Essa é a caminhada que enquanto nação temos que seguir para superar isso. Há um quesito que aflora também que é a questão da economia, o que faz com que muitas pessoas estejam hoje em situação muito mais precária, sem ter a possibilidade de buscar o sustento de suas famílias, muitas delas já com problema de segurança alimentar, passando fome. O que o governo brasileiro conseguiu fazer desde o ano passado foi chegar junto a essa população mais vulnerável com o Auxílio Emergencial. Foram nove parcelas, com investimento de R$ 294 bilhões, equivalente a dez anos de execução do Bolsa Família", salientou

Boas práticas empresariais em Goiás estão contribuindo para que se chegue mais perto das metas. Solo, mananciais e clima agradecem neste mês em que se celebra Dia do Planeta Terra

Consciente Construtora adota rigoroso processo de tratamento dos resíduos sólidos
(Foto: Divulgação)

Reduzir a geração de resíduos sólidos e aplicar soluções práticas de reutilização e reciclagem é um grande desafio no Brasil. Segundo dados da Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais (Abrelpe), as cidades brasileiras geraram em 2018 cerca de 79 milhões de toneladas de Resíduos Sólidos Urbanos (RSU). Foram coletados 92% deste total, dos quais apenas 43,3 milhões de toneladas, 59,5% do coletado, foi disposto em aterros sanitários. O montante de 29,5 milhões de toneladas de resíduos, 40,5% do total coletado, foi despejado inadequadamente em lixões ou aterros controlados e ainda cerca de 6,3 milhões de toneladas geradas anualmente continuam sem ao menos serem coletadas e seguem sendo depositadas sem controle.

Para mitigar o problema foi aprovado em 2010, após décadas de discussão, a Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS), que determina o privilégio da destinação para tratamento e, em último caso, o destino para aterros sanitários. A iniciativa é um grande passo na solução do problema, mas para colocar a PNRS em prática são necessários mais investimentos públicos e também o apoio e colaboração da sociedade e empresas na diminuição da geração e destinação correta dos resíduos. As boas práticas encontram espaço para estímulo neste mês de abril em que se comemora o Dia Nacional da Conservação do Solo (15) e o Dia do Planeta Terra (22).

Um case de sustentabilidade desenvolvido em Goiás é o da Consciente Construtora e Incorporadora. Em seu Relatório de Sustentabilidade 2018-2019 apresentado à sociedade no final de 2020, a empresa aponta que aumentou substancialmente as ações de reciclagem e reutilização de resíduos. Em 2017 a construtora reutilizou 40 m³ de resíduos; em 2018, aumentou para 265 m³ e em 2019, foram 505 m³ de resíduos reutilizados; mais de 10 vezes o volume de 2017. Na obra do Gaia Consciente Home, por exemplo, somente no ano de 2019, foram separados 166 m³ de madeira e direcionados para o reaproveitamento na Cerâmica Tapuia, em Trindade, que reutiliza no processo de queima na fabricação de tijolos.

Quanto à reciclagem, a empresa também tem investido bastante. em 2017 foram direcionados para a reciclagem 33.800 kg de resíduos ou mais de 38 m³. Em 2018, 123 m³; e em 2019, alcançou a marca de 249 m³ de resíduos da construção civil reciclados.

Segundo a supervisora do Sistema de Gestão da Qualidade da Consciente, Amanda Gomes, o procedimento é rigoroso. “A empresa segue atentamente as orientações do Conselho Nacional do Meio Ambiente - CONAMA nº 275 e 307, que orienta sobre a disposição dos mesmos. O sistema de Gestão da Qualidade (SGQ) dá o mapeamento metódico e detalhado sobre os processos administrativos e da obra, além do controle de desperdício e retrabalho. O resultado é a diminuição de desperdícios de materiais e a consequente diminuição do impacto ambiental e melhora da performance produtiva”, afirma Amanda Gomes.

Nos canteiros de obras, é realizada a segregação de resíduos, que são separados em classe A, B, C e D. O resíduo classe A, do qual se tem maior volume nas obras, provenientes de concreto, revestimento cerâmico e tijolo, é direcionado à Ecoentulhos, uma empresa que faz o reaproveitamento dos resíduos, por meio de parceria com a construtora. Já os resíduos classe B, como papelão, sacos plásticos e mangueira de polietileno PVC, a Consciente reaproveita e envia para Cooperativa Tradição, em Anápolis. Já a madeira é enviada para a Cerâmica Tapuia, que também faz o reaproveitamento. Dessa forma, a empresa, além de beneficiar o meio ambiente, estimula o desenvolvimento da cadeia de reciclagem de resíduos e fortalece a geração de renda para inúmeras famílias.
 
No canteiro de obras do Gaia Consciente Home é realizada a segregação de resíduos em classes
(Foto: Divulgação)

 


Publicidade

CLIQUE AQUI E VEJA MINA CASA, MINHA VIDA VALPARAISO

Tecnologia do Blogger.