Livro Mulheres do Mercado Imobiliário - Desafios e Conquistas é lançado para inspirar empreendedores




Com a bandeira do empreendedorismo e o constante fomento à presença feminina no mundo dos negócios, a diretora da RE/MAX Rio de Janeiro – Zona Norte, Glauce Santos, comemora o lançamento do livro Mulheres do Mercado Imobiliário – Desafios e Conquistas. Com a sua coautoria, o volume apresenta as histórias de 26 mulheres que são inspirações e contribuíram para o desenvolvimento do setor de imóveis, incluindo 7 profissionais da RE/MAX.  A publicação é da Editora Gregory, com o prefácio de Elisa Tawil, palestrante e fundadora do Mulheres do Imobiliário.


As mulheres começaram a trabalhar como corretoras há menos de 60 anos. Até 1958 elas eram proibidas, pelo Código Comercial Brasileiro, de exercer a atividade. A partir da mudança no Código, essas profissionais passaram a escrever a sua história no mercado imobiliário. Primeiro, com tímida representatividade. E, ao longo do tempo, principalmente após a década de 1990, de forma mais expressiva. De acordo com texto divulgado pela editora, falar da atuação profissional feminina, especialmente no mercado imobiliário, é contar a história de conquista dessas mulheres nesse setor e foi com esse propósito que nasceu o livro.


Em 25 capítulos, o leitor encontrará fortes características de mulheres que quebraram padrões limitantes e venceram barreiras para construírem suas carreiras e alcançarem seus objetivos. Vale ressaltar que Mulheres do Mercado Imobiliário é mais que um livro: é uma fonte de inspiração de 26 mulheres que transformaram a sua história, assim como a do mercado imobiliário. A publicação traz os textos de Abia Katte, Ana Karla Dias, Ana Luiza Klose e Larissa Muniz, Carla Pimentel, Carmen Helou, Carol Opiechon, Carolina Rafaella Ferreira, Elaine Takahashi, Giselle Tiradentes, Glauce Santos, Jacqueline Quevedo, Leila Imbroisi, Luana Nolêto, Maria Elizabeth, Marina Serrano, Monique Almeida, Nane Ogata, Priscila Pereira, Rafaela Pedó, Roberta Bigucci, Roberta Maia, Rosana Godoi, Sandra Canellas, Tereza Maria e Wânia Costa.


Para Glauce Santos, falar sobre a área em que ela ama atuar é uma grande satisfação. "O sangue empreendedor corre nas minhas veias e falar sobre o mercado imobiliário e o que me trouxe até aqui é uma oportunidade de compartilhar com outras mulheres um pouquinho da minha trajetória e mostrar que somos capazes, que conseguimos conquistar os nossos espaços e que, com força de vontade, dedicação e capacitação, o céu é o limite", diz a empresária

 

Sobre Glauce Santos

Hoje, aos 45 anos, casada com o também empreendedor Dyogo Vieira, com a mesma idade, com quem tem três filhos, uma cachorrinha, trabalha e divide sonhos, Glauce Santos foi incentivada a entrar no mundo do empreendedorismo desde criança. "Eu comecei a empreender motivada pelo meu pai, que me orientou a ser uma mulher independente. Eu sempre entendi que esse seria o caminho para minha vida. Fui representante comercial, abri uma empresa de comércio de produtos para condomínios, e depois me lancei no mercado de imóveis, com uma pequena imobiliária na Zona Norte do Rio de Janeiro", conta a empresária.


Glauce Santos destaca que o caminho do empreendedorismo não é fácil e para a mulher os desafios são ainda maiores. "Historicamente, enfrentamos mais obstáculos pela cultura machista de nossa sociedade. Temos uma jornada mais dura, pois precisamos conciliar a casa e os filhos com o trabalho o que reduz a nossa jornada a frente de nossos negócios. Isso acaba demandando um esforço ainda maior, revela a empresária, que enfrentou desafios para conquistar o seu espaço, como poucos recursos financeiros, falta de parceria no mercado e uma estratégia empresarial bem definida.


Atualmente responsável pela gestão da RE/MAX Rio de Janeiro – Zona Norte, Glauce Santos percebeu por acaso a oportunidade de empreender em parceria com a maior franquia imobiliária do mundo. "Como a maioria das empreendedoras que conheço, o que me motivou a empreender, além do apoio irrestrito do meu pai na minha mocidade, foram os meus filhos. E exatamente por conta deles que conheci de perto a RE/MAX. Em 2018, minha imobiliária estava prosperando, mas o negócio ainda dependia totalmente de mim. Meu filho mais velho queria estudar em Portugal. Aterrissei em terras lusitanas para conhecer o local onde ele estudaria e aproveitei um Café Imobiliário que foi na RE/MAX. Me apaixonei", relata a mulher que está à frente da regional há três anos e que tem em seu guarda-chuva oito franquias, mas deve chegar a 15 até o final deste ano.


A partir do primeiro contato com a RE/MAX em Portugal, Glauce Santos pesquisou muito, avaliou todas as possibilidades e decidiu transformar o seu negócio.  "Naquela altura da minha vida, eu tinha um negócio próspero, mas que dependia totalmente de mim. Não era um empreendimento escalável e eu era apenas mais uma imobiliária de bairro. Com a RE/MAX, transformei minha imobiliária numa empresa imobiliária, com processos bem definidos e uma estratégia alinhada. Hoje ela anda sozinha e fatura muito bem", comemora a empresária, que conquistou a 9ª posição de sua regional no ranking de faturamento nacional da RE/MAX Brasil no acumulado de 2020 entre outras 460 unidades da rede.


Para se ter uma ideia dos resultados da maior franquia imobiliária do mundo no país, em um ano atípico, com pandemia e várias restrições de circulação de pessoas, a RE/MAX Brasil movimentou cerca de R$ 3,6 bi em negociações imobiliárias. "É uma surpresa positiva e uma esperança, pois continuamos trabalhando muito e temos orgulho de contribuir para estes números nacionais incríveis. O crescimento foi refletivo no mercado em geral, pois da 50ª posição no ranking das maiores franquias brasileiras, da Associação Brasileira de Franchising (ABF), a RE/MAX avançou para o 35º lugar, sendo a única do segmento imobiliário no ranking, mostrando que o mercado de imóveis ainda tem muito espaço para empreender", diz a empresária.  


Sobre a RE/MAX

Com 48 anos de atuação, a RE/MAX é uma franquia americana que ganhou notoriedade mundial e se tornou referência em negócios imobiliários em todo o planeta. Eleita pela Forbes como uma das melhores empresas para as mulheres trabalharem, a marca, que chegou ao Brasil em 2009, já alcançou 124 países e é presente em todos os continentes, com mais de 137 mil corretores em mais de 8.600 unidades franqueadas. A Zona Norte do Rio de Janeiro passou a ter uma regional em 2018, que, só naquela região, conta com oito franquias.


O direcionamento da RE/MAX está presente no lema: "todos ganham", uma máxima que tem permitido a sua liderança, conquista e reconhecimento do mercado. Com esse conceito, a RE/MAX revolucionou o mercado imobiliário. Este sistema permite recrutar e reter os melhores profissionais do mercado, ter equipes motivadas e produtivas, diminuir a rotatividade dos corretores e prestar o melhor serviço aos clientes.

Mais informações: https://remaxriodejaneironorte.com/


Título do livro: Mulheres do Mercado Imobiliário

Autoria: 26 coautoras

Páginas: 360

Edição: 1ª

Preço: R$ 49,90

Formato: 16x23cm

Acabamento: Brochura

Categoria: Empreendedorismo / Experiências de vida /

Mulheres do Imobiliário / Mulheres nos negócios / Corretoras / Mercado Imobiliário.

Editora Gregory

Vendas on-line: https://www.editoragregory.com.br/

 


Livre de vírus. www.avast.com.