1º Congresso Brasiliero de Rinoplastia | 1º Congresso Latino Americano Híbrido marc7a volta de eventos presenciais

Ocasião reuniu otorrinolaringologistas e cirurgiões plásticos para troca de conhecimentos sobre a quarta cirurgia mais realizada no mundo

A capital paranaense recebeu, de 31 de março a 2 de abril, grandes nomes da otorrinolaringologia e cirurgia plástica brasileira e internacional para a realização do 1º Congresso Brasileiro de Rinoplastia | 1º Congresso Latino Americano Híbrido.  O encontro Congresso teve como foco a troca de técnicas e conhecimento científico sobre a quarta cirurgia plástica mais realizada no mundo inteiro. Os dados são da última pesquisa desenvolvida pela Sociedade Internacional de Cirurgia Plástica Estética (ISAPS).

“O número de indicações para o procedimento de rinoplastia teve um aumento importante na última década, por isso, se fez importante a união das duas especialidades que mais executam esta cirurgia. O momento se torna ainda mais especial neste período de retomada de grandes eventos, pois os médicos podem se reunir para trocarem experiências”, explica Caio Soares, otorrinolaringologista do Hospital IPO que coordena o congresso junto ao Prof. Dr. Marcos Mocellin.

O médico especialista em cirurgias da face, Frederico Keim, foi um dos mais de cem palestrantes reunidos nos três dias de evento. Sua apresentação teve como tema as vantagens do uso do Roacutan no pós-operatório da rinoplastia. “Escolhi elucidar sobre este tema no congresso porque poucas pessoas sabem os benefícios deste medicamento. O Roacutan auxilia no processo de fibrose e resulta em um efeito final mais refinado”, conta o profissional.

Um dos representantes internacionais do evento é o otorrinolaringologista Héctor Céspedes. O paraguaio expõe que a troca de conhecimentos entre os países é necessária para o crescimento de ambos.

“O Brasil tem muita experiência em cirurgias de rinoplastia e possui ótimos profissionais. Já o Paraguai pode mostrar de que maneira está trabalhando no país vizinho ao mesmo tempo que podemos nos atualizar sobre as técnicas brasileiras. Compartilhar ideias e estar em constante aprendizado é imprescindível”, comenta.

Ambos eventos foram promovidos pela Sociedade Brasileira de Rinoplastia, com o apoio do Núcleo de Ensino e Pesquisa do Hospital IPO (NEP) e da Academia Brasileira de Cirurgia Plástica, assim como da Fundação Otorrinolaringologia e (ABORL CCF) Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cérvico Facial

Expositores apresentam novidades

Além das palestras que aconteceram na última semana, também houve a participação de expositores no evento. Eles apresentaram aos médicos e interessados, uma gama de produtos e inovações acerca da rinoplastia. Entre as marcas presentes estiveram: Thieme Revinter, Medical Center, Doctor VIP, Argos Health Group, dOne 3D, Mauro Castro Motion Designer, Sociedade Brasileira de Direito Médico e Bioética (ANADEM), R-Crio, BlinMed, NEP do Hospital IPO, Eco Medical Center e UniCred.

O sócio-proprietário da Argos Health Group, Marcos Rodrigo Stulp, explica que o congresso foi a ocasião ideal para apresentar novos materiais para a comunidade médica, seus principais clientes. A empresa comercializa itens descartáveis importados da Turquia para auxiliar na cirurgia de rinoplastia.

Por sua vez, James Giacomassi, CEO da BlinMed, mostrou que o uso de células-tronco podem ser usadas na regeneração das células do nariz e em diversas outras áreas da medicina. Dentro deste campo existe a parceria entre BlinMed, R-Crio, Hospital IPO, NEP e Eco Medical Center, que se uniram para criar o Centro de Referência em Coleta e Pesquisa de Células Tronco.

Postar um comentário

0 Comentários