5G e fibra óptica: o que esperar da sua internet nos próximos meses

 A chegada da tecnologia 5G nos celulares deve equiparar a velocidade dos celulares ao acesso à internet por fibra óptica, o mais eficiente do mundo

 

A indicação do acesso ao 5G começou a pipocar nos celulares dos goianienses. Ainda é uma fase de teste, mas já gera curiosidade para os consumidores mais ávidos por tecnologia. A novidade está chegando timidamente por aqui, mas promete muito.

A chegada do 5G significa ter, no celular, a mesma velocidade de conexão da internet por fibra óptica por cabeamento, o sistema mais eficiente em operação no mundo. A fibra é capaz de oferecer um sinal até de 12 vezes mais rápido do que o 4G convencional. E dar mais velocidade de internet ao consumidor pode gerar impactos econômicos, já que deve viabilizar novas utilizações, incluindo a realidade virtual e aumentada através do celular. Para o Henrique Leandro Gobi, supervisor redes de internet da Opyt, o 5G ainda é uma tecnologia em recente implementação, sua capacidade de distribuição de banda, é realmente grande melhoria em comparação com a rede 4G. “Outro ponto a se levantar é a latência, que é o tempo de resposta do dispositivo móvel com o site, o que faz com que a navegação seja rápida, pois os dados chegam com maior velocidade no aparelho”, explica. Assim, pessoas que jogam online que envolvem competições, vão usufruir de um menor tempo de resposta do servidor do jogo, o que resulta em uma precisão maior, muitas vezes sendo decisiva para chegar ao pódio”, explica Gobi.

Apesar do frisson do 5G, quem mora nas cidades do interior de Goiás não tem data marcada para ter acesso a essa tecnologia. De acordo com a Anatel, até julho deste ano, Goiânia terá o 5G como padrão de conectividade, mas as outras cidades terão esse tipo de conectividade, de forma escalonada, até 2029.

A saída de quem quer se conectar sem passar raiva nos municípios fora da região metropolitana de Goiânia, é a fibra óptica através do cabeamento. A expansão desse serviço, em todo o Brasil, está se dando graças à provedores regionais. Enquanto grandes empresas focam o trabalho em grandes centros, prestadoras de pequeno porte (PPP) encontraram fora das capitais, um nicho bastante interessante.

De acordo com os dados da Anatel, o número de acessos de banda larga fixa das PPP no Brasil cresceu 165% desde o início da pandemia em março de 2020 (de 10,8 milhões para 17,8 milhões). Um exemplo é a Opyt, provedor de internet que desde 2017 já se estabeleceu em 14 cidades do interior de Goiás, com quatro mil quilômetros de fibra óptica instalados, o que daria para ir e voltar da cidade de Manaus em linha reta por exemplo. "Valorizar o interior de Goiás é algo que faz parte da essência da Opyt, uma vez que nascemos em uma cidade do interior. Essa valorização está também em movimentar o comércio local e conectar vidas com a tecnologia da internet via fibra”, afirma Mário Leal, relações públicas da Opyt. 

 

INTERNET A CABO OU WI-FI?

Um dos principais diferenciais das redes cabeadas em relação às conexões wireless é a segurança no tráfego de informações. Isso porque ela exige a presença física para o acesso, ao contrário do Wi-Fi que funciona por meio de senha. Elas são capazes também de oferecer um sinal muito mais limpo, sem interferências, porque estão ligadas diretamente no aparelho e não sofrem influência de obstáculos como paredes, móveis, etc. Além disso, possuem velocidades de upload e download quase sempre próximas dos limites máximos.

Por sua maior estabilidade e menor perda de pacote, as redes via cabo são recomendadas para quem precisa fazer grandes transferências de arquivos, deseja assistir a vídeos em resoluções muito altas ou jogar online.

 

FIBRA ÓPTICA

Fibra óptica é um tipo de internet à cabo, mas usa uma estrutura de vidro cilíndrica, transparente e flexível, com dimensões microscópicas, similares às de um fio de cabelo. A Fibra Óptica é um meio de transmissão que permite o tráfego de dados com velocidades muito próximas à velocidade da luz. O sinal na fibra é transmitido através de reflexões de raios laser ao longo de todo o cabo, atingindo uma capacidade de transmissão única, que pode ser até um milhão de vezes maior que o cabo metálico ou coaxial, o que torna a Fibra uma das tecnologias de transmissão mais modernas do mundo.

 

 

 

 

 

Postar um comentário

0 Comentários