Empresa garantiu destaque aos resultados de seu programa de pesquisa e desenvolvimento com a apresentação de trabalhos científicos e com comitiva formada por doze profissionais



Atender à crescente demanda por proteína suína e suprir as exigências do mercado mundial. Este foi o mote da participação da Topigs Norsvin no IPVS 2022, que ocorreu entre os dias 21 e 24 de junho, no RioCentro, Rio de Janeiro, e reuniu toda a classe suinícola mundial para apresentar as últimas soluções e tecnologias voltadas a produção de suínos.

Sempre focada na importância da seleção genética para alcançar melhores índices zootécnicos, a empresa, que enviou uma equipe de doze pessoas para o congresso, apresentou a palestra intitulada “Natural variation in the host genome impacts response to PRRS challenge”, com Jenelle Dunkelberger da Topigs Norsrvin USA.

De acordo com Jenelle Dunkelberger, a apresentação trouxe informações sobre como os suínos respondem ao desafio de uma primeira infecção bacteriana. “Os resultados obtidos a partir deste estudo fornecem fortes evidências de que a variação no genoma dos animais afeta a resposta ao desafio de PRRS. Nosso estudo comprova que a progênie da linhagem de macho terminador da Topigs Norsvin foi muito mais robusta, com taxas de mortalidade muito menores e taxa de crescimento superiores comparado com a progênie de três principais linhagens de machos terminadores concorrentes após o desafio de PRRS. Isso demonstra que utilizar uma variação que acontece naturalmente no genoma dos animais é uma estratégia promissora e viável de controle de PRRS e pode ser aplicada também para outra enfermidades”, explicou.

Ela considerou a participação da Topigs Norsvin no IPVS 2022 como “uma excelente experiência pela qualificação do público, que é altamente científico. Dessa forma, pudemos abordar sobre resultados e as aplicações de diferentes técnicas, além de falar sobre as pesquisas desenvolvidas, que auxiliaram muito na melhoria do desempenho técnico e sanitário da suinocultura", informou.

O Diretor técnico da Topigs Norsvin no Brasil, Marcos Lopes, destacou que o IPVS 2022 foi uma oportunidade de reforçar a constante evolução da suinocultura brasileira. “Temos uma atividade altamente qualificada, um sistema produtivo único e a melhor sanidade dentre os principais produtores de suínos do mundo. Esses resultados foram alcançados graças as pesquisas e inovações desenvolvidas em prol do setor suinícola”, contou.

Lopes destacou que a apresentação de Jenelle Dunkelberger demonstra claramente o diferencial da genética Topigs Norsvin. “Nossos animais carregam em seus genes um grande potencial genético para maior robustez, mesmo em ambientes de desafio sanitário, apresentando maior resistência a enfermidades e aumentando a taxa de sobrevivência dos animais em diferentes fases de produção comparado com outras genéticas disponíveis no mercado”, aponta.

 

Resumo classificado

Um dos destaques do IPVS 2022, ficaram por conta dos resumos científicos analisados pelo Comitê Científico do evento. Dentre os trabalhos selecionados, mais um deles foi da Topigs Norsvin. "Ficamos muito felizes com a aprovação de nosso trabalho diante da magnitude do evento e da qualidade das pessoas que apresentaram seus materiais para o IPVS 2022”, declarou a gerente de sanidade LATAM da Topigs Norsvin, Heloíza Irtes.

Intitulado “O efeito da câmara de luz ultravioleta, utilizada para desinfetar bolhas de sémen, na taxa de parição e no número de leitões nascidos vivos”, o resumo de autoria do coordenador de produção da Topigs Norsvin Hugo Marques e demais autores, foi desenvolvido a partir da necessidade de produzir um trabalho sobre biosseguridade. “O foco do nosso trabalho foi o uso da Câmara UV para fazer a desinfeção de blister do sêmen. Após a desinfecção dos blisters com câmaras UV, o sêmen contido nesses blisters foi utilizado para inseminar alguma fêmea e nós acompanhamos esses animais até o nascimento dos leitões. Com isso, pudemos trazer mais informação sobre o efeito do usa da câmara UV sobre a fertilidade das doses de sêmen avaliadas, e isso é muito importante porque estas informações não existem com tanta disponibilidade no Brasil”, explicou.

A médica-veterinária afirmou que este estudo pode colaborar na proteção sanitária das granjas. “O blister acomoda o sêmen e sua introdução na granja pode oferecer risco. Com o uso da câmara de UV conseguimos minimizar os riscos e acompanhamos o impacto desse processo no número de leitões nascidos", encerrou.

 

Sobre a Topigs Norsvin

A empresa de genética suína Topigs Norsvin é reconhecida por sua abordagem inovadora na implementação de novas tecnologias e pelo seu foco contínuo na produção de suínos com a melhor relação custo-benefício.

Com uma produção de 12 milhões de doses sêmen/ano, a melhoria contínua e fortalecimento dos produtos permitem que os clientes da Topigs Norsvin obtenham um valor agregado significativo em sua produção. O melhoramento genético da Topigs Norsvin baseia-se em dois pilares fundamentais: sustentabilidade e eficiência, que se traduzem em um programa de genética balanceado e eficiência total na alimentação.

Pesquisa, inovação e disseminação de melhorias genéticas são os pilares da empresa, que investe 22,5 milhões de euros em P&D ao ano.

Mais informações: www.topigsnorsvin.com.br