Obra encabeça lista dos R$ 120 milhões investidos na cidade desde 2019; governador Ibaneis Rocha visitou a região nesta segunda (27), conversou com moradores, ouviu sugestões e demandas


Foto: Renato Alves,
Aguardado há quase três décadas pela população, o viaduto do Recanto da Emas tem transformado a região e proporcionado desenvolvimento e geração de empregos. A expectativa agora é pela liberação de parte do viaduto nos próximos 30 dias, aliviando o trânsito na região.

A afirmação foi feita pelo governador Ibaneis Rocha durante visita à cidade na manhã desta segunda-feira (27). Ele conversou com os moradores, ouviu sugestões e demandas e disse que o governo estuda construir um hospital no Recanto das Emas, atendendo os mais de 160 mil habitantes da cidade.

"A parte de baixo do viaduto deve ser liberada nos próximos 20 dias. Atravessamos vários períodos em que essa obra era solicitada pela população e que não acontecia nas mãos dos outros governadores. Nós assumimos o compromisso com a população do Recanto das Emas e estamos próximos de entregar essa obra", disse o governador Ibaneis Rocha.

Durante visita ao Recanto das Emas, o governador Ibaneis Rocha afirmou que o governo estuda construir um hospital na cidade | Foto: Renato Alves/Agência Brasília

O viaduto fica no entroncamento do Recanto das Emas com o Riacho Fundo II. O elevado facilitará o trânsito em uma região por onde circulam diariamente cerca de 60 mil veículos. Orçada em R$ 30,9 milhões, a obra vai gerar cerca de 400 empregos até a sua conclusão.

Seja pela sua grandiosidade ou pela ansiedade por décadas de espera, a obra é lembrada constantemente por moradores e empresários da cidade. É o caso de Renato Oliveira, coordenador de Recursos Humanos do Grupo Pereira, responsável pela contratação de 188 colaboradores que vão atuar num atacadista na cidade.

"Tudo o que você traz de infraestrutura os empresários agradecem e vêm investir na região. São vários mercados e atacadistas que estão vindo para cá. Essa é a prova de que onde o investimento chega o empresário vem e gera emprego"Governador Ibaneis Rocha

"A empresa viu o Recanto das Emas como um local de muita oportunidade, em grande expansão, e vamos abrir uma unidade do Fort Atacadista com 188 vagas. O viaduto vai facilitar o acesso dos clientes e funcionários", destaca.

Visão semelhante tem o empresário Hélio Gomes da Silva, que é morador da cidade desde a sua criação na década de 1990. "O viaduto é importante porque é a única saída para outras cidades, como Plano Piloto, Samambaia e Gama. Estamos ansiosos, só quem sabe do trânsito é quem passa ali nos horários de pico", complementa.

"Tudo o que você traz de infraestrutura os empresários agradecem e vêm investir na região. São vários mercados e atacadistas que estão vindo para cá. Essa é a prova de que onde o investimento chega o empresário vem e gera emprego", acrescenta Ibaneis Rocha.

Outros investimentos
Desde 2019, a cidade recebeu mais de R$ 120 milhões em investimentos. Na área da saúde, por exemplo, ganhou uma Unidade Básica de Saúde na QR 804, que beneficia cerca de 20 mil pessoas. Na mobilidade, a DF-001 foi recuperada na altura do balão da cidade e uma nova obra será feita para recuperar o pavimento até a altura do Balão do Periquito, no Gama.

A reforma de quadras poliesportivas, da Biblioteca Pública Lúcio Costa e a construção de uma cobertura para o Centro de Convivência do Idoso também são ações executadas para a população.

Em três anos e meio, a cidade ganhou 15 mil metros de calçadas, pontos de encontro comunitário e pavimentação asfáltica em locais importantes, como as quadras 804 e 205/605. A cidade também ficou mais iluminada. Exemplo disso são as lâmpadas LED instaladas nas avenidas Potiguar e Vargem da Benção e nas quadras 508, 510 e 511.

No âmbito da moradia, 630 unidades habitacionais para 2,3 mil pessoas serão entregues, com investimento de R$ 63 milhões. Os números correspondem ao que já foi feito e entregue na cidade e ao que está em construção ou na fase de projetos.